18 pessoas já presas pela Polícia Civil na Operação Jenga.

18 pessoas já presas na Operação Jenga.

MARANHÃO – Foram expedido 22 mandados de prisão ao todo, portanto, quatro pessoas, à priori, seguem foragidas. Segundo os investigadores, o alvo da ação é uma quadrilha que lavava dinheiro em postos de combustível da Região Metropolitana de São Luís, comandada, segundo a polícia, por Pacovan. Os mandados estão sendo executados na capital e nas cidades de Itapecuru e Zé Doca.

Ao todo, a polícia suspeita que o sistema de lavagem montado por Pacovan movimentou R$ 100 milhões. Os recursos seriam oriundos de corrupção em Prefeituras, “esquentados” nos postos de combustíveis – por meio de contratos com as gestões municipais – e depois utilizados nos negócios do grupo.

Parentes e amigos do agiota, ainda de acordo com os policiais, funcionavam como “laranjas” do esquema, para dificultar que o dinheiro do esquema fosse rastreado.

Josival Cavalcanti da Silva (Pacovan)
Edna Maria Pereira (esposa)
Samia Lima Awad
Thamerson Damasceno Fontenele
Simone Silva Lima
Rafaely de Jesus Souza Carvalho
Creudilene Souza Carvalho
Ilzenir Souza Carvalho
Adriano Almeida Sotero
Geraldo Valdonio Lima da Silva
Lourenço Bastos da Silva Neto
José Etelmar Carvalho Campelo
Renato Lisboa Campos
João Batista Pereira
Kellya Fernanda de Sousa Dualib
Manassés Martins de Sousa
Jean Paulo Carvalho Oliveira
Francisco Xavier Serra Silva

Você pode gostar...