Governador Flávio Dino debate desenvolvimento sustentável em Fórum da Amazônia Legal

Governador Flávio Dino participando de Fórum da Amazônia Legal.

MARANHÃO – O governador Flávio Dino marcou presença nas discussões da 18ª edição do Fórum de Governadores da Amazônia Legal, na manhã desta sexta-feira (2), em Palmas, Tocantins. O encontro reuniu nove representantes de Estados das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do país para debater estratégias de desenvolvimento sustentável da região. Entre os assuntos, foram pontuados o destino do Fundo Amazônia, ações de licenciamento ambiental, política nacional e direcionamentos do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama).

Flávio Dino reforçou o cenário em que a temática ambiental é foco de debates nacional e até internacional, sobre as novas políticas que se anunciam. Dino enfatizou a clara posição dos Estados que compõem a Amazônia Legal no que se refere à execução de um modelo de desenvolvimento sustentável, aliado ao desenvolvimento econômico.

“Esse posicionamento será anunciado em documentos firmados no evento. Um momento de reafirmação dos governadores de que não há contradição entre a preservação da nossa biodiversidade e a meta necessária da ampliação da economia na região amazônica”, pontou o governador do Maranhão. Compõem a Amazônia Legal os estados do Maranhão, Acre, Amazonas, Pará, Amapá, Tocantins, Mato Grosso, Roraima e Rondônia.

Durante o debate de governadores, Flávio Dino defendeu a manutenção do Fundo Amazônia com suas condições de origem; avaliou os impactos do desmatamento acelerado da floresta amazônica; sugeriu o Banco da Amazônia S/A (BASA) como órgão financiador do Consórcio de Governadores do Nordeste, medida que recebeu apoio de todos os gestores presentes, entre outras deliberações.

“Claro que queremos investimentos públicos e privados, firmar mais parcerias, a manutenção do Fundo Amazônia como existia antes. Por isso mesmo, defendemos uma compatibilização entre o crescimento da economia, porém, com a preservação ambiental, que é um ativo estratégico da Amazônia do Brasil”, reiterou Dino em seu discurso.

Nesta sexta, a programação do fórum contou com reuniões para tratamento de assuntos internos do Consórcio Amazônia Legal; deliberações da pauta do Conselho de Administração e Câmaras Setoriais; encontro de governadores com representantes da Cooperação Internacional; e entrevista coletiva a veículos de imprensa. Ao final do evento, os governadores elaboraram a Carta de Palmas, com as principais reivindicações comuns a todos os estados, para conhecimento da sociedade civil e poderes constituídos.

Governador Flávio Dino participa de Fórum da Amazônia Legal.

O fórum iniciou na quinta-feira (1º), com reuniões das Câmaras Setoriais dos temas Comunicação Pública, Consórcio Interestadual, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, e Segurança Pública; e reunião do Conselho de Administração. Participaram do evento representantes do Maranhão, Acre, Amazonas, Pará, Amapá, Tocantins, Mato Grosso, Roraima e Rondônia. O Fórum de Governadores da Amazônia Legal foi criado em 2008, tendo o Pará sediado o primeiro evento. O próximo evento, ainda sem data definida, será no Maranhão.

Entrevista

O governador Flávio Dino esteve ainda no estúdio da CBN Tocantins para reiterar as proposições discutidas no evento. “Estamos buscando um ponto de equilíbrio, que às vezes falta no cenário de debate nacional e acredito que o documento de Palmas vai expressar esse meio termo que os nove governadores da região amazônica estão pactuando”, enfatizou Flávio Dino durante a entrevista.

Na ocasião, Dino reforçou por mais adequação no sistema tributário; estratégias para crescimento da economia nacional, pontuando a redução das taxas de juros; defendeu a legitimidade das críticas ao cenário político e destacou as boas decisões da bancada federal; defendeu com ressalvas as reformas tributária e da previdência; e fez relato sobre a polêmica fala do presidente da República que se referiu aos governadores do Nordeste.

Você pode gostar...