A POPULAÇÃO QUER SABER O VERDADEIRO ATRASO DAS OBRAS DA DUPLICAÇÃO DA BR-135.

BR-135.

BR-135 OBRAS QUASE PARADAS TOTAL.

MARANHÃO – A população maranhense e principalmente os motorista que viajam quase todos os dias pela BR-135, querem uma resposta dos políticos, sobre o atraso e lentidão que estão paradas que não foi greve e muito menos a desculpa do período chuvoso. Todas as obras da primeira etapa da duplicação da BR 135, no trecho que compreende Estiva a entrada de Bacabeira, estão paralisadas desde segunda-feira. Antes, elas estavam lentas, em ritmo de tartaruga.

Sem a menor justificativa, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, Denit, também silenciou sobre a paralisação da obra que começou em setembro de 2012 e tinha previsão de ser encerrada na metade do ano passado. O Denit sustenta que as obras estarão concluídas até o final de agosto próximo, mas as empresas terceirizadas que operam no local acham que no ritmo em que estão os trabalho, provavelmente só na metade de 2016.

Enquanto as obras estão sem operários ou máquinas nos canteiros, a BR 135 continua registrando diariamente acidentes, inclusive com vítimas fatais. O governador Flávio Dino, que já jogou a toalha do sonho da Refinaria Premium, pouco tem dado importância para o caso da duplicação da BR 135, ao menos nas redes sociais ele não tem tocado na questão. Não se tem conhecimento da efetiva cobrança do governo em relação a obra.

A bancada federal tem agido da mesma forma. Os parlamentares federais ainda ficam brigando por uma coisa que já passou, no caso a Refinaria Premiun. Até uma tal de Comissão em Defesa da refinaria foi criada. Um jogo para iludir o eleitor maranhense. Mais discreta tem sido a Assembleia Legislativa, ou omissa. Excetuando o deputado Welllington do Curso, nenhum outro tem defendido a aceleração das obras de duplicação.

Você pode gostar...