A rodoviária “JABUTI DE MORROS” já esta funcionando?

RODOVIÁRIA JABUTI DE MORROS.

RODOVIÁRIA JABUTI DE MORROS.

MORROS – Só falta quatro meses para prefeita Silvana Malheiros cai fora da prefeitura e até agora virou piada o que ela disse para população, “Vou fazer a rodoviária antes de sai do poder”. Acredite se quiser, além desta obra tem varias sem ser concluída. E ainda quer pedir voto para seu candidato, como mostra a foto acima virou estacionamento para carros de turismo.

A população do município de Morros quer saber qual a finalidade do presidente da câmara de vereadores, que nunca tomou iniciativa de convocar uma CPI da obra da rodoviária, pois eu acho que quando acabar a gestão deste município, tem muitos vereadores que vão ser questionado no ministério público Federal, pois vai fazer 4 anos que este projeto veio e nada, a população do município de Morros, tem mandado diversos emails ao PORTAL do MUNIM, cobrando uma explicação para o Ministério Público e a CGU como também a gestora do município que agora esta visitando as casas para pedir voto para seu candidato, sobre a tão sonhada Rodoviária que tinha o prazo de cem (100) dias para ser concluída e vai completar 4 anos e nunca foi concluída, pode aguardar que este sonho não se realizará.

Sendo que a mesma foi liberada a primeira parte do valor de 174.451,88 R$,no dia 20 de Janeiro de 2011, com o convênio de Nº 23877/2010, tendo como contrapartida o valor de 21.250,00R$ e como objetivo principal o seguinte convênio:

1-REFORMA DA PRAÇA SANTA CRUZ.

1-REFORMA DA PRAÇA SÃO JOÃO.

1-CONSTRUÇÃO DO TERMINAL RODOVIÁRIO DE MORROS.

Tendo como convenente o Ministério do Turismo no valor total de 828.750,00, que não bate com o valor mostrado na placa de construção,sendo que o último valor da obra foi de 44.255,00R$, repassado no dia 05 de fevereiro de 2013. E não sai do papel e a população cobrando o que foi prometido em campanha, que  esta completando quatro (04) anos.

VALOR DA RODOVIÁRIA.

VALOR DA RODOVIÁRIA.

VEJA QUANDO EXISTIA PLACA DA OBRA.

VEJA QUANDO EXISTIA PLACA DA OBRA.

 

 

Você pode gostar...