Agente penitenciário é preso após tentativa de homicídio na Cidade Operária em São Luís

Agente penitenciário Jean Stefferson Mota Pereira foi preso, no fim da tarde desta quarta-feira (27).

SÃO LUÍS/MA – A Polícia Civil do Maranhão, por meio da Delegacia da Cidade Operária (Decop) em São Luís, prendeu, em flagrante, um homem por tentativa de homicídio, no fim da tarde desta quarta-feira (27). A polícia conseguiu capturar o suspeito após receber uma denúncia anônima, por telefone, no momento da ação criminosa. De acordo com a Polícia Civil, uma pessoa não identificada entrou em contato, por meio do telefone, com a Decop, informando que um homem havia disparado tiros contra um outro homem na Rua 7, Unidade 101, no bairro Cidade Operária, na capital maranhense.

Pois a denuncia se tratava do agente penitenciário Jean Stefferson Mota Pereira que foi preso, no fim da tarde desta quarta-feira (27), por policiais da Delegacia da Cidade Operária (Decop), com apoio do 6º BPM, após disparar tiros contra um homem. 

De imediato, o delegado Jacqueson Ferreira, quem atendeu a ligação e apurou a ocorrência, solicitou apoio ao comando do 6º Batalhão de Polícia Militar, bem como determinou que a equipe de captura da delegacia da Cidade Operária localizasse e prendesse o autor dos disparos.
A vítima foi identificada como José Maria Rosa Rodrigues. Até o momento, não se tem informação do que teria motivado a tentativa de homicídio. pistola utilizada na ação criminosa foi apreendida.

Condenado por crime de tortura, mas absolvido posteriormente.

Jean Pereira chegou a ser condenado pela prática de crime previsto artigo 1º, inciso II, e § 4º, inciso I, da Lei n. 9.455/1997 (tortura). A pena imposta foi de 02 anos e 04 meses de reclusão, mas ele foi absolvido posteriormente, após apelação de sentença condenatória, por insuficiência de provas.
Segundo o MP, à época, as provas seriam firmes no sentido de demonstrar, de forma inequívoca, que o agente penitenciário intencionalmente acionou o spray de pimenta no interior de uma viatura, com a finalidade de atingir e submeter os detentos a intenso sofrimento físico e mental, como forma de aplicar castigo pessoal ou medida de caráter preventivo.

 

Você pode gostar...