Assassinos de auxiliar penitenciário são presos em São Luís

Paulo Victor Matos Cutrim, de 24 anos, Geraldo Pereira Lima Neto, de 18 anos, são os suspeitos de assassinar o agente penitenciário Carlos Augusto Correia.

SÃO LUÍS/MA – A policia prendeu dois homens que seria os assassino do agente penitenciário Carlos Augusto Correia, morto a tiros por volta das 5h50 desta sexta-feira (03), foi preso por policiais civis, às 17h. Um foi identificado como Paulo Victor Matos Cutrim, de 24 anos, residente na Rua São Francisco, no bairro Vicente Fialho, em São Luís, onde ocorreu a prisão. Pelas informações da polícia, ele é integrante de uma facção criminosa. Paulo Victor foi preso por policiais da SHPP, SENARC, SPCI e Grupo de Serviço Avançado da PM.

Após a prisão, o criminoso foi conduzido para a sede da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) para autuação em flagrante. Em seguida, ele foi conduzido ao Centro de Triagem de Pedrinhas, onde ficará à disposição da Justiça.
As investigações seguem no sentido de identificar os demais envolvidos na prática criminosa, bem como, apontar a motivação do delito. Preso em 2014 por ter assassinado uma menina no bairro Vicente Fialho Paulo Victor foi preso, em junho de 2014, suspeito de ter matado a menina Jandiara da Silva Sá, de 9 anos. Ela foi atingida por uma bala perdida durante um acerto de contas entre facções criminosas.
Paulo Victor e outros foram ao bairro Vicente Fialho, no dia 15 de abril de 2014, para matar um traficante que atuava na área, mas terminaram matando Jandiara Sá.

Outro suspeito conduzido

Outro suspeito de ter participado do assassinato do auxiliar penitenciário foi identificado como Geraldo Pereira Lima Neto, de 18 anos, também residente no bairro Vicente Fialho. Ele também foi conduzido para a SHPP.

Entenda o caso

O auxiliar de serviço penitenciário temporário, Carlos Augusto Correa, de 44 anos, foi assassinado a tiros em frente ao Banco do Brasil, na Avenida Jerônimo de Albuquerque, no bairro Cohab, em São Luís, por volta das 5h50 da manhã desta sexta-feira (03).
As investigações preliminares apontam que o crime foi praticado por dois homens em uma motocicleta. Carlos Correia foi alvejado com cinco tiros nas costas, os quais atingiram a clavícula, braço e coxa esquerdos. O auxiliar penitenciário era lotado na Unidade Prisional de Ressocialização São Luís 5 (UPSL5).

Você pode gostar...