BOMBA: DEPUTADO FEDERAL JOÃO CASTELO E DONA GARDÊNIA GONÇALVES PODEM DEIXAR O PSDB.

DEPUTADO FEDERAL JOÃO CASTELO.

DEPUTADO FEDERAL JOÃO CASTELO.

SÃO LUÍS – O PSDB de São Luís deve perder nas próximas semanas centenas de filiados. Apesar da aparente tranquilidade, dentro do partido o clima é de apreensão. Após cerca de 20 anos, o partido pode perder sua militância na capital e ficar pela primeira vez sem representantes na Câmara Municipal. A saída, já dada como certa, da ex-prefeita Gardênia Castelo deve ser o estopim de uma desfiliação em massa e inédita em um partido de São Luís.

O ex-prefeito de São Luís João Castelo deve acompanhar a esposa. Aos mais próximos Gardênia diz que foi traída por Pinto Itamaraty, Neto Evangelista e Carlos Brandão. Que, sob a desculpa de modernizar o PSDB, tiraram a legenda dela. Além de Gardênia, outros membros do partido estão insatisfeitos com os rumos dado no partido pelo ex-deputado Pinto Itamaraty.

Segundo apurou o blog, o comando partidário está criando uma militância fictícia ao filiar pessoal que carrega bandeira em retorno por R$ 15 nas eleições para fazer número na próxima convenção municipal. O preconceito com a nova militância liderada por Pinto Itamaraty irrita membros mais antigos do partido.

As últimas declarações de João Castelo, que acusou indiretamente o presidente da sigla, Carlos Brandão, de não ter história no PSDB também acaloraram ainda mais a discussão. A entrevista dada ao jornalista Diego Emir foi vista por muitos filiados como um aviso de que o único deputado federal do partido vai mesmo deixar a sigla. Aliás, alguns filiados já desaconselham a filiação no partido. Nas últimas quatro eleições os votos de legenda obtidos por João Castelo sempre garantiram vagas ao PSDB na Câmara Municipal. Com a saída dele – e as baixas na militância -, é improvável que o partido mantenha o desempenho.

 

FONTE: GILBERTO LÉDA

Você pode gostar...