BOMBA: Investigadora da Polícia Civil do Maranhão é presa suspeita de integrar organização criminosa.

Sandra Helena Alencar Pinheiro é suspeita de integrar uma organização criminosa que praticava crimes de corrupção, peculato, extorsão.

MARANHÃO – A Polícia Civil do Maranhão, por intermédio da Superintendência Estadual de Combate à Corrupção (Seccor), prendeu, nesta terça-feira (2), a investigadora de polícia Sandra Helena Alencar Pinheiro, suspeita de integrar uma organização criminosa.

Segundo informações da Seccor, o grupo estaria praticando crimes de corrupção, peculato, extorsão, além de corrupção de menor para execução de atos infracionais.

Segundo o delegado Roberto Fortes, superintendente da Seccor, o mandado de prisão foi expedido pela 1ª Vara Criminal de São Luís, sendo cumprido nas primeiras horas da manhã desta terça, na casa da investigadora no Jardim América, em São Luís.

Após o cumprimento do mandado de prisão preventiva, Sandra Helena Alencar Pinheiro foi autuada e encaminhada ao Anexo Penitenciário da Cidade Operária, em São Luís, onde permanecerá a disposição do Poder Judiciário.

A organização criminosa agia em Grajaú

A prisão de Sandra Helena faz parte das investigações de crimes que estariam sendo praticados na Delegacia de Grajaú, envolvendo agentes públicos do governo do Estado.

Em 22 de janeiro deste ano, um escrivão da Delegacia de Grajaú, identificado como Eldhon Costa, já havia sido preso acusado de crimes de corrupção, peculato, ameaça, organização criminosa e extorsão.

Segundo as investigações, Eldhon Costa levava uma vida de luxo em Teresina, na capital piauiense, incompatível com o seu salário. Na época, a Polícia Civil chegou a divulgar que não descartava a participação de outros agentes do Estado na ação criminosa. 

De acordo com o delegado Roberto Fortes, há possibilidades de haver mais pessoas envolvidas no caso, sendo que até o fim da semana a polícia deve realizar outras prisões. Após finalizar o inquérito a polícia deve divulgar detalhes da ação criminosa.

 

(FONTE: GILBERTO LIMA)

Você pode gostar...