Cabeleireiro e ex-candidato a vereador é morto em Lago do Junco

Cabeleireiro Osvan Borges de Sousa, conhecido como “Neném”, de 39 anos.

LAGO DO JUNCO/MA – O cabeleireiro Osvan Borges de Sousa, conhecido como “Neném”, de 39 anos, foi assassinado nesta quinta-feira (6), por volta de 10h20, na cidade de Lago do Junco, a 296 km de São Luís.

O crime ocorreu no salão de propriedade da vítima, localizada ao lado de sua casa, na Rua Moraes Rego, no centro da cidade. Ele foi atingido por três disparos de arma de fogo.

Informações apontam que o autor dos disparos foi um jovem de aproximadamente 25 anos, que chegou cedo na Rua Morais Rego, por volta das 8h, montado em uma motocicleta Honda Bros branca. 

O assassino abordou alguns vizinhos perguntado por “Neném” e foi informado que o cabeleireiro ainda não tinha aberto o salão. Dpois das 10h ele voltou, adentrou o salão e encontrou Neném trabalhando, cortando o cabelo de um cliente.

Disfarçando-se de cliente, o criminoso ainda disse: “Quando terminar aí, você corta o meu cabelo.” Ele esperou do lado de fora, despreocupado, e tirou o capacete da cabeça.

Quando o cliente terminou e saiu do salão, o criminoso entrou e efetuou três disparos à queima roupa em Neném. Foram efetuados dois tiros na barriga e um na testa. A vítima morreu instantaneamente.

“Neném” ainda foi socorrido com vida para o hospital de Lago do Junco, mas não resistiu aos ferimentos e morreu logo após dá entrada na unidade de saúde.

A guarnição da Polícia Militar foi informada e esteve no local realizando os primeiros procedimentos. 

O crime tem característica de encomenda e pistolagem.  

“Neném” deixa filhos e a esposa grávida. Ele chegou a ser candidato a vereador de Lago do Junco nas eleições municipais de 2016, mas teve a candidatura indeferida. Ele fazia parte da coligação que tinha Leonel Arruda, como candidato a prefeito.

Em consulta ao sistema do Poder Judiciário, o blog encontrou o registro de um processo em andamento, na Comarca de Zé Doca, em que Osvan Sousa figura como vítima. Ele foi intimado, no dia 04 de fevereiro deste ano, a se manifestar sobre o prosseguimento do procedimento investigatório contra Henrique Marcos da Silva Cândido. Confira:

Segunda Vara de Lago da Pedra

PROCESSO Nº 0000030-35.2018.8.10.0039 (302018)

AÇÃO: PROCEDIMENTOS INVESTIGATÓRIOS/BOLETIM DE OCORRÊNCIA CIRCUNSTANCIADA

OFENDIDO: OSVAN BORGES DE SOUSA

INFRATOR: HENRIQUE MARCOS DA SILVA CANDIDO

Processo nº 30-35.2019.8.10.0039 DESPACHO Defiro o pleito ministerial de fls. 11. Em consequência, promova a intimação da vítima Osvan Borges de Sousa para que se manifeste sobre o interesse no prosseguimento do feito, com a efetivação da representação. Cumpra-se. Lago da Pedra (MA), 04 de fevereiro de 2019.Marcelo Santana Farias, Juiz da 1ª Vara, resp. pela 2ª vara Resp: 098913

Você pode gostar...