CÂMARA DE VEREADORES DE ICATU APROVA SELETIVO SEM ACORDO COM O PREFEITO DUNGA.

CÂMARA DE VEREADORES.

CÂMARA DE VEREADORES.

ICATU – Na manhã desta sexta-feira (20), em mais uma sessão tumultuada, a Câmara de Vereadores de Icatu aprovou um Projetos de Lei do Executivo Municipal, que autoriza a realização do Processo Seletivo para Contratação de Professores, e assistência social para a Educação da Rede Municipal de Ensino.

De acordo com a câmara o prefeito Dunga queria 594 vagas para onze (11) meses sendo prorrogado mais 11 depois, só que de acordo com os vereadores que analisaram as necessidades do começo das aulas, e para não prejudicar a população eles aprovaram o seletivo sem acordo como o prefeito Dunga queria, primeiro o legislativo aprovou por unanimidade 425 vagas sem prorrogação, com duração de nove (9) meses, isso para não prejudicar o concurso público, que segundo o presidente da câmara, Carlos Pereira e alguns vereadores, vão fiscalizar o concurso de perto tendo em vista que já foi denunciada a empresa que vai fazer o certame do concurso.

A votação foi polêmica mas o presidente da câmara explicou que aprovação do seletivo é uma forma democrática de gerar emprego, já que não haveria tempo hábil para lotar os classificados em caráter de urgência, do concurso realizado. “As crianças da rede municipal não podem ficar sem aulas ou ficar prejudicada por causa de entraves burocráticos. Isso seria prejudicar uma população carente e não é assim que administramos. Aprovamos, sim, para fazer o seletivo, capacitar e qualificar os aprovados, para que eles se enquadrem no sistema implantado em nosso município”, resume Carlos Pereira.

 

Você pode gostar...