Carlos Sérgio recua, e Karen Barros segue no comando do Procon

Advogado Carlos Sérgio Barros.

MARANHÃO – A mudança anunciada pelo governador Flávio Dino (PCdoB) no Procon-MA parece que não vai se concretizar. Quase um mês depois, contudo, o novo indicado – que pediu um tempo antes de assumir a missão – parece pouco inclinado a efetivamente assumir o posto. E Karen Barros segue comandando o órgão.

Nesta quarta-feira (29), por exemplo, anunciou abertura de investigação contra a Cemar após um apagão registrado na Região Metropolitana de São Luís.

“Instauramos investigação para apurar as falhas no fornecimento de energia elétrica na noite de ontem, em São Luís. A companhia energética precisa apresentar justificativa e esclarecimentos sobre as providências que estão sendo tomadas para que a situação não volte a ocorrer”, escreveu ela, no Twitter.

karen.

Anunciado há quase um mês como novo diretor do Procon/Viva, o advogado Carlos Sérgio Barros não deverá assumir o posto. Carlos substituiria a advogada Karen Barros, como parte da reforma administrativa do governador.

Carlos Sérgio não deverá assumir o posto em razão de incompatibilidade com sua carreira profissional. O escritório de Carlos Sérgio é um dos mais requisitados do mercado e ele não pode advogar no comando do órgão estadual.

O governador ainda deve decidir quem ficará no posto.

Você pode gostar...