Doze trabalhadores em condições análogas às de escravo foram resgatados durante uma inspeção realizada pela Procuradoria do Trabalho em Bacabal, em parceria com o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e apoio da Polícia Federal. Eles foram contratados para escavar valas para rede de esgoto na Vila São João, em uma obra de saneamento