CLÁUDIO TRINCHÃO REAFIRMA APOIO DO PSD AO LOBÃO FILHO.

Senador Lobão Filho agradeceu o apoio do PSD à sua pré-candidatura.

Senador Lobão Filho agradeceu o apoio do PSD à sua pré-candidatura.

MARANHÃO – O presidente do Partido Social Democrático no Maranhão (PSD-MA), Cláudio Trinchão, reafirmou na tarde de ontem, 19, em São Luís (MA), o apoio da legenda ao pré-candidato ao governo do Maranhão, senador Lobão Filho (PMDB). “Aqui no Maranhão, o PSD reafirma o apoio à governadora Roseana Sarney (PMDB) e à nossa chapa majoritária do grupo, que tem como pré-candidato o senador Lobão Filho”, garantiu Trinchão.

Trinchão observou ainda que há uma movimentação, em São Paulo, do presidente nacional da legenda, Gilberto Kassab, em sair como candidato à vice-presidente da República ou ter um senador pelo partido. O ex-secretário de Estado da Fazenda observou também que vários Estados estão fechando essa parceria PSD e PSDB, porque Kassab tem relação próxima com partido tucano. Mas garantiu que “o PSD reforça a pré-candidatura de Lobão Filho, está com ele e somará quase dois minutos do tempo de TV”, disse Trinchão.

Para o senador, é mais do que natural que o PSD esteja junto nesta caminhada. “Minha mãe, Nice Lobão, é deputada federal pelo PSD. É fundadora do partido aqui e também já foi presidente estadual. Há uma confluência de discursos, formas e pensamentos entre todos os integrantes do PSD”. O peemedebista agradeceu aos dirigentes do PSD pelo apoio e afirmou que “o PSD é muito bem vindo à nossa coligação e com certeza participará ativamente do próximo Governo do Estado e desse momento novo que nós imaginamos que o Maranhão precisa viver”, afirmou o peemedebista.

Ainda na tarde de ontem, em entrevista ao site Brasil 247, o presidente do PSD, Gilberto Kassab, afirmou que uma aliança da legenda com o pré-candidato Aécio Neves (PSDB) seria “impossível”, e garantiu que a pretensão dos tucanos em ter Henrique Meirelles, presidente do Banco Central, ocupando a vaga de vice na chapa do PSDB é “uma tese furada”. “O primeiro compromisso assumido pelo PSD foi o apoio à reeleição da presidente Dilma e não será quebrado”, ressaltou Kassab.

 

 

FONTE: DIEGO EMIR

Você pode gostar...