CONHEÇA OS DEPUTADOS FEDERAIS DO MA QUE VOTARAM CONTRA O TRABALHADOR.

DEPUTADOS FEDERAIS DO MARANHÃO.

DEPUTADOS FEDERAIS DO MARANHÃO.

BRASÍLIA – A Câmara dos Deputados aprovou na quarta-feira o texto-base da MP 665, que dificulta a obtenção do seguro-desemprego, do abono salarial e do seguro-defeso, o que prejudica e maltrata o trabalhador. A votação apertada – 252 votos a favor e 227 contra – foi marcada por acordos entre a base aliada do governo, protestos de deputados da oposição e sindicalistas, além de tumultos entre parlamentares.

De acordo com a proposta, o trabalhador terá direito ao seguro-desemprego se tiver trabalhado por pelo menos 12 meses ininterruptos nos 18 meses anteriores à demissão. Antes, o trabalhador precisava de apenas seis meses.

A grande maioria dos deputados federais do Maranhão votaram a favor da Medida Provisória do Governo Dilma, que reduz direitos referentes ao seguro-desemprego, abono salarial (PIS-Pasep), seguro-defeso, auxílio-reclusão, pensões, auxílio-doença.

O arrocho do governo teve voto contra até no PT, dado pelo deputado Wellington Prado (MG). Já outros nove parlamentares petistas não apareceram para votar.

Ao dificultar a concessão de benefícios trabalhistas, a presidenta Dilma contraria um de seus principais motes durante a campanha: usou, à exaustão, a expressão ‘nem que a vaca tussa’ para negar que mexeria nos direitos trabalhistas. As mudanças foram alvo de críticas por parte dos movimentos trabalhistas, entre eles a Força Sindical e a Central Única dos Trabalhadores (CUT), ligada ao PT. Para os sindicalistas, as medidas incluídas na MP prejudicam os trabalhadores ao dificultar acesso ao seguro-desemprego com exigência de 18 meses de trabalho nos 24 meses anteriores à dispensa, em um país em que a rotatividade da mão de é intensa. Durante a votação nesta quarta, manifestantes que ocuparam as galerias protestaram jogando notas de dólares fictícias.

Abaixo, o blog lista como se posicionou cada deputado federal maranhense (votaram “sim” os favoráveis à aprovação da MP e “não”, os contrários):

MARANHÃO

Rubens Pereira Júnior Sim (contra os trabalhadores)

Weverton Rocha Não (a favor dos trabalhadores)

André Fufuca Sim (contra os trabalhadores)

Alberto Filho Sim (contra os trabalhadores)

Hildo Rocha Sim (contra os trabalhadores)

João Marcelo Souza Sim (contra os trabalhadores)

Waldir Maranhão Sim (contra os trabalhadores)

Eliziane Gama Não (a favor dos trabalhadores)

Cleber Verde Sim (contra os trabalhadores)

Juscelino Filho Sim (contra os trabalhadores)

José Reinaldo Sim (contra os trabalhadores)

João Castelo Não (a favor dos trabalhadores)

Aluisio Mendes Sim (contra os trabalhadores)

Pedro Fernandes Sim (contra os trabalhadores)

Sarney Filho Sim (contra os trabalhadores)

Victor Mendes Sim (contra os trabalhadores)

Zé Carlos da Caixa (não registrou voto)

Júnior Marreca (não registrou voto)

Você pode gostar...