DEM Nacional pede tempo para decidir situação do Maranhão.

Rodrigo Maia pediu tempo para que a executiva nacional decida sozinha sobre a situação do DEM no Maranhão.

BRASÍLIA – O Diretório Nacional do Democratas pediu um tempo à executiva estadual do Maranhão para decidir sobre o rumo do partido no Estado. Essa posição foi passada durante uma tensa reunião, na noite dessa terça-feira, na sede do partido, em Brasília, com a presença do presidente do DEM, senador Agripino Maia; do presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia; do líder da agremiação na Câmara, Rodrigo Garcia; do presidente do Democratas no Maranhão, Juscelino Filho, do seu irmão, deputado Stênio Resende, e do deputado federal José Reinaldo Tavares.

Os maranhenses queriam uma definição da Executiva Nacional sobre o rumo do partido no Estado. A reunião não chegou a nenhuma conclusão. Os dirigentes nacionais pediram um tempo para que eles, sozinhos, decidam o que fazer.

O desfecho da reunião tira de José Reinaldo Tavares a segurança que vinha tendo com relação à sua filiação ao DEM. Além de provocar um ‘efeito recuante’ em alguns políticos que já se mostravam ‘fechados’ com o ex-governador maranhense, e que, depois da reunião na sede da executiva nacional do DEM, voltaram a antigas conversas.

 

Você pode gostar...