Disputa pela prefeitura de Bacabal leva deputados baterem boca na Assembleia Legislativa

Deputados Roberto Costa (MDB) e Carlinhos Florêncio (PCdoB).

MARANHÃO – A sessão da Assembleia Legislativa foi marcada por um embate entre os deputados Roberto Costa (MDB) e Carlinhos Florêncio (PCdoB), fato revelador do clima que antecede a disputa pela Prefeitura de Bacabal, a exemplo do que acontece em outros municípios do Maranhão. Roberto Costa ocupou a tribuna para destacar os resultados positivos da gestão do prefeito Edvan Brandão (PSC), como o asfaltamento da cidade, por exemplo, e foi aparteado pelo deputado Carlinhos Florêncio (PCdoB), que faz Oposição ao prefeito e contestou as informações do emedebista. Foram cerca de 15 minutos de bate-rebate, com Roberto Costa defendendo a gestão municipal e atacando o grupo liderado por Carlinhos Florêncio, que por sua vez cobrou transparência da atual administração de Bacabal. Houve momentos em que, por conta da tensão, o presidente Othelino Neto (PCdoB) fez ponderações no sentido de que os dois parlamentares mantivessem o debate em nível civilizado.

No seu discurso, Roberto Costa avaliou que o prefeito Edvan Brandão “vem transformando Bacabal”, com uma gestão voltada para a educação, a saúde e a infraestrutura. Afirmou os avanços na área da saúde “têm melhorado sensivelmente” o atendimento à faixa mais necessitada da população, com o funcionamento efetivo dos hospitais e dos postos de saúde mantidos pelo município. E assinalou que o ponto alto da atual gestão é o asfaltamento da cidade, incluindo alguns povoados. “O prefeito Edvan Brandão está transformando Bacabal numa cidade moderna”, declarou Roberto Costa no auge do seu amplo relato, acrescentando que os investimentos são feitos com recursos próprios, fruto de economia que o prefeito fez no último ano, apesar da crise que afeta o poder público municipal.

Em aparte, concedido sem qualquer restrição, o deputado Carlinhos Florêncio contestou as afirmações de Roberto Costa, afirmando que “parece que estamos falando de duas cidades diferentes”, prosseguindo com ataque, admitindo, no entanto, que asfaltamento da cidade é uma realidade. Ao rebatê-lo,  Roberto Costa disse que a situação dramática encontrada pelo prefeito Edvan Brandão foi deixada pelo grupo do deputado Carlinhos Florêncio, na gestão efêmera e tumultuada do então prefeito Zé Vieira (PP) – já falecido -, do qual Florêncio Neto, filho do deputado, era vice-prefeito. Com essa citação feita por Roberto Costa, Carlinhos Florêncio tentou elevar o tom e continuar falando, mas foi informado que não lhe seria mais dado aparte. Irritado, deixou o plenário.

O deputado Roberto Costa prosseguiu com seu pronunciamento, reafirmando a correção da administração do prefeito Edvan Brandão, observando que ele não responde a nenhuma ação movida pelo Ministério Público acusando o adversário de haver fugido ao debate.

O episódio foi revelador do clima político em Bacabal, onde o grupo liderado pelo ex-senador João Alberto, que tem forte espaço no município e na região, e está no poder com o prefeito Edvan Brandão, que é candidato à reeleição, tem como adversário o grupo que foi comandado pelo ex-prefeito Zé Vieira e que hoje tem como líder o deputado Carlinhos Florêncio, por muitos apontado como pré-candidato a prefeito.

O clima de campanha vem desde 2016, quando o deputado Roberto Costa disputou a Prefeitura com o ex-prefeito Zé Vieira, que venceu a eleição, assumiu, mas era ficha suja e teve sua candidatura contestada pelo Ministério Público. Houve uma renhida e surpreendente guerra judicial, que terminou com a cassação de Zé Vieira e a convocação, no final de 2017, de eleição para um mandato tampão de dois anos e meio. Na condição de presidente da Câmara Municipal, Edvan Brandão assumiu a Prefeitura e se candidatou para o mandato-tampão, vencendo a eleição com o apoio de Roberto Costa. A reação do deputado Carlinhos Florêncio ao discurso do deputado Roberto Costa foi, para alguns observadores, um forte indicador de que ele poderá mesmo ser o candidato da Oposição.

Roberto Costa avalia que a eleição em Bacabal – o 9º maior município maranhense, com 105 mil habitantes e polo da Região do Médio Mearim – será bem disputada, mas que o prefeito Edvan Brandão está bem avaliado pela opinião pública, com cacife para se dar bem na corrida eleitoral.

Você pode gostar...