“É hora de outros nomes”, diz Assis Ramos sobre renovação no MDB.

ROSEANA ESTA SENDO REJEITADA.

MARANHÃO – O prefeito de Imperatriz, Assis Ramos, confirmou ontem (21), que faz mesmo parte da ala que defende que uma renovação do MDB comece pelo seu comando.

No início da semana, mostramos aqui que o desejo da ex-gvernadora Roseana Sarney de presidir o partido está provocando um mal-estar entre correligionários.

Para Ramos, não foram os emedebistas quem decidiram que é necessário “oxigenar” a sigla, mas os próprios eleitores.

“Não podemos ir de encontro à vontade das urnas, não podemos ignorar o momento político atual”, disse ele, numa referência ao resultado das eleições no Maranhão. O prefeito acredita que não só para Roseana, mas também para os senadores Edison Lobão e João Alberto, fechou-se um ciclo.

“Gosto muito dela, admiro, sei que ela fez muita coisa por Imperatriz e pelo Maranhão, mas a gente tem que entender que fechou um ciclo. Não só dela, mas do senador Lobão, do senador João Alberto, e agora é hora de outros nomes”, completou.

Assis Ramos acrescentou, contudo, que a própria ex-governadora já lhe declarou que “não será empecilho” a uma renovação no partido.

“Eu inclusive falei com ela esses dias e ela disse: ‘Assis, eu não serei empecilho nenhum para que haja uma renovação no MDB’. Eu continuo admirando muito ela, como também o senador Lobão, como o próprio senador João Alberto, mas é hora de renovar. Em todo lugar acontece isso, e no MDB também tem que acontecer, sob pena de a gente sofrer algum tipo de rejeição por parte da população”, concluiu.

(FONTE: Blog do Gilberto Léda)

 

Você pode gostar...