Eduardo Braide pode ser o candidato ao governo, Maura Jorge vice e Roseana Sarney ao senado, segundo fonte sarneysista.

Caso esta seja a foto da chapa sarneysta em 2018, será mais um duro golpe em Sarney Filho.

MARANHÃO – Como o site do Portal do Munim, vem sempre falando que a ex-governadora Roseana Sarney não sairá candidata ao governo e sim ao senado federal. Tudo indica que o deputado federal Sarney Filho será novamente rifado, que segundo fontes ligados aos Sarneysistas, pode surgir uma interessante articulação para juntar em uma chapa Roseana Sarney (PMDB), Eduardo Braide (PMN), Maura Jorge (Podemos) e Sebastião Madeira (PSDB). Segundo comentários de uma fonte, Braide seria candidato a governador, Maura a vice, Roseana e Madeira a Senador.

Segundo as fontes, a articulação parece ter rumo. E de fato, seria interessante em algum sentido para os quatro.

Eduardo Braide é uma incógnita e apostaria no fator “candidato apolítico” na disputa majoritária, mas ainda poderia sofrer do mesmo problema da eleição municipal de São Luís: seu discurso de novidade na política não se sustenta por ser de família de políticos e sempre estar na política. Por outro lado, mesmo que perca a eleição, se credencia como nova liderança a nível estadual e primeiro da fila para 2022.

Para Maura Jorge, seria interessante em caso de vitória da chapa. Mas em uma campanha com ênfase para a dupla, pode ganhar algum destaque que a projete para algo futuro.

Mesmo sem chance alguma de se eleger, Sebastião Madeira finalmente realizaria seu sonho de ser candidato a Senador. A dificuldade será colocar o PSDB nesta chapa. Mas Madeira ainda pode buscar outro partido.

A mais beneficiada seria Roseana. Para muitos, uma candidatura de Roseana ao Senado implicaria em uma vaga reservada e a disputa seria pela outra vaga. A ex-governadora é forte candidata ao Senado. Roseana provavelmente garantiria oito anos de mandato e foro privilegiado (caso o benefício continue).

Mas o grande problema está no Senado. Sarney Filho é hoje o único pré-candidato oficial ao Senado do Clã Sarney, até com boas chances. Nos meios políticos, se fala em disputa acirrada entre Sarney Filho, Weverton Rocha e Zé Reinaldo por duas vagas. Mas parece que a história se repete de Zequinha ser golpeado pela irmã.

Como recordar é viver, vale lembrar que em um acordo entre Zé Reinaldo e José Sarney, Zequinha deveria ser o candidato a governador do Clã em 2006. Mas Roseana não aceitou. Numa reunião com o pai, Roseana gritou e disse que quem tinha voto era ela. Sarney, com medo da filha, disse que a ideia da candidatura de Sarney Filho foi de Zé Reinaldo. E Roseana passou a hostilizar o então governador nos meios de comunicação da família.

Este foi o principal motivo do rompimento do então governador com o Clã Sarney. A história foi contada pelo próprio Zé Reinaldo em uma entrevista em 2006. Mais uma vez, Roseana ensaia puxar o tapete do irmão que tem feito pré-campanha, está bem articulado e pode ter a candidatura tolida dentro de casa.

 

FONTE: TEXTO DO BLOG CLODOALDO COM MODIFICAÇÕES.

Você pode gostar...