Em entrevista, Felipe Camarão detalha Pacto Maranhense pela Aprendizagem.

SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO FELIPE CAMARÃO.

MARANHÃO – O decreto que institui o Pacto foi um dos primeiros atos do Governador Flávio Dino, durante sua cerimônia de posse no dia 1º de janeiro de 2019, na Assembleia Legislativa do Maranhão. A iniciativa integra o Programa Escola Digna e vai abranger os 217 municípios maranhenses.

Durante entrevista, o secretário de educação, Felipe Camarão ressaltou a preocupação e o compromisso do Governo com a educação estadual, principalmente a leitura e escrita dos estudantes. “Eu acho que, inclusive, essa é uma das marcas do Governador Flávio Dino. Sair daquele discurso vazio, das palavras jogadas ao vento e mostrar pela primeira vez no nosso Estado que o gestor público tem a educação como prioridade efetiva. A prova concreta disso foi, ao longos dos quatro primeiros anos do seu mandato, a implementação do Escola Digna. E no fim desse primeiro ciclo, na avaliação do Programa Escola Digna, nós chegamos com base em evidências, com base em pesquisas científicas, a conclusão de que precisamos continuar investindo, continuar com o Programa Escola Digna, só que com foco específico. E o foco específico é na área pedagógica, o foco na aprendizagem do estudante”, disse o secretário.

Felipe Camarão apresentou detalhes de como funcionará o Pacto, de acordo com ele, existem dois grandes momentos. “O primeiro, que é muito importante, que é de apoio aos municípios. Ajudar os municípios a alfabetizar os estudantes na idade correta, ajudar na infraestrutura predial concretamente, inclusive continuar com a construção de Escolas Dignas, como nós fazemos já e dar conclusão das creches escolares […] o segundo foco é o fortalecimento do Ensino Médio, que é a nossa competência primordial do Governo do Estado do Maranhão. Portanto eu ressalto que essa primeira parte não é de competência exclusiva do Estado […] o Estado vai agir de forma solidária com as prefeituras, com os municípios, fazendo municipalismo republicano”, explicou.

As novidades na educação estadual também priorizam o maior exame estudantil nacional, o Enem. Pensando em garantir melhores resultados, Felipe Camarão afirma que desde o primeiro dia de aula os estudantes entrarão no clima do Exame. E durante o ano inteiro serão feitas outras atividades com o foco no Enem, como finais de semana inteiros com aulas e atividades focadas na aprendizagem, o #fdsterceirão, simulados constantes e aulões em todos os municípios.

Confira a entrevista completa abaixo.

Você pode gostar...