Gestor do Acre conhece resultados do Programa Escola Digna

Secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, recebeu a visita de Chagas Batista, vice-prefeito de Tarauacá, município do estado do Acre.

MARANHÃO – Mais uma vez os exitosos resultados do Governo do Maranhão ultrapassaram os limites territoriais do estado. Na manhã desta quinta-feira (30), o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, recebeu a visita de Chagas Batista, vice-prefeito de Tarauacá, município do estado do Acre, para apresentar as práticas positivas desenvolvidas na educação do Maranhão, por meio do Programa Escola Digna.

O encontro aconteceu na Unidade Plena do Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), em São Luís, e além do secretário Felipe Camarão e do vice-prefeito, contou com a presença de uma comitiva da educação estadual.

Durante a visita à unidade escolar, o gestor municipal conheceu as modernas instalações de laboratórios científicos, além de ser apresentado à metodologia e projeto pedagógico desenvolvidos nas escolas da rede pública estadual, tanto as de tempo integral profissionalizante – a exemplo dos IEMAS -, quanto as escolas regulares em tempo parcial, distribuídas em todo o estado.

“Sou um apaixonado por tudo o que liberta e transforma, mas também que une as pessoas. E eu vim aqui porque sei que está acontecendo, no Maranhão, uma coisa muito boa. Acompanho o estado lá da minha cidade no Acre e optei, durante as minhas férias, por beber um pouco dessa fonte”, disparou Batista.

Felipe Camarão destacou que o Maranhão está de portas abertas para novas visitas, sempre disposto a apresentar o “Escola Digna”, considerado o maior programa de investimentos da história da educação maranhense. “Nosso programa educacional segue sendo exemplo para outras regiões e é uma honra para o Governo Flávio Dino receber o Batista, que veio do Acre conhecer as nossas experiências exitosas em gestão. Aqui tivemos a oportunidade de conversar não apenas sobre educação em tempo integral profissionalizante, mas também, sobre a educação de um modo geral, gestão da educação, gestão pedagógica, gestão administrativa, ajudando-o na missão de buscar melhores práticas para o desenvolvimento do povo acreano, assim como o governador tem feito por todos os maranhenses”, afirmou Felipe Camarão.

Os números expressivos do Programa Escola Digna, macropolítica de estado implantada desde o ano de 2015, realmente impressionam. Desde o início do Governo Flávio Dino, o Programa já entregou quase mil obras educacionais, entre: construções, reformas e ampliações de unidades escolares em todo o Maranhão; a criação da rede de educação em tempo integral, que este ano chega à marca de 74 escolas com a primeira escola bilíngue da rede estadual; apoio aos 216 municípios maranhenses por meio do Pacto Estadual pela Aprendizagem, assessoria técnico-pedagógica, apoio ao transporte escolar, com um programa de apoio específico, a criação do Sistema de Avaliação Educacional Estadual (Seama), recursos pedagógicos distribuídos às redes municipais; a política de formação permanente dos professores e as ações focadas na melhoria da aprendizagem com o Programa Mais IDEB. 

Esses dados chamaram a atenção do vice-prefeito acreano, que realçou os avanços que o ‘Escola Digna’ tem trazido para a educação maranhense. “Vou levar essa experiência da empolgação de vocês, que integram ações fazendo com que a vida fique mais humana e com que as pessoas possam, a partir do serviço público, se sentirem mais cidadãos, mais gente”, destacou Chagas Batista.   

Ainda durante a visita do vice-prefeito de Tarauacá, Chagas Batista, o secretário Felipe Camarão entregou um exemplar do livro ‘Escola Digna’, uma compilação de artigos que retratam a aplicação do Programa em todo o Maranhão.

“Aqui no Maranhão tem ventos de liberdade, ventos inovadores e eu vim ver de perto essa realidade. Agradeço a recepção de todos da equipe do governador Flávio Dino, fui muito bem recepcionado nos órgãos pelos quais já passei – na Secretaria de Saúde e aqui com o secretário Felipe, que deixou parte do tempo dele pra me acompanhar. Isso é um privilégio e só acontece quando há de fato muito compromisso e muita sensibilidade, quando você pensa não só a sua cidade ou seu estado, mas pensa um Brasil melhor para todos”, concluiu Chagas Batista.

Você pode gostar...