Governador Flávio Dino já anunciou 4 substituições devido a desincompatibilização de secretários que vão concorrer nas eleições.

GOVERNADOR FLÁVIO DINO.

MARANHÃO – Contagem regressiva para a desincompatibilização de secretários de estado para disputarem as eleições em outubro. Faltam exatos 9 dias para a solenidade de “troca de comando” no Palácio Henrique de La Roque, em São Luís.

A expectativa é que 11 secretários, presidentes de órgãos e ocupantes de cargos de confiança do primeiro escalão deixem seus cargos. Até agora foram anunciados, pelo governador Flávio Dino (PCdoB), 4 nomes que vão desincompatibilizar no dia 2 de abril.

São eles:

– Adelmo Soares (PCdoB) Secretário de Agricultura Familiar, que vai ser substituído pelo presidente da Agerp, Júlio Mendonça;

– Duarte Júnior (PCdoB) Presidente Viva/Procon, que vai ser substituído pela advogada Karen Barros

– Frederico Pereira Comandante Geral da Polícia Militar, que vai substituído pelo Coronel Jorge Luongo

– Marcelo Tavares (PSB) Secretário Chefe da Casa Civil, que vai ser substituído pelo secretário de Transparência e Controle, Rodrigo Lago (que vai acumular as duas pastas)

O nome do secretário de Comunicação Social e Assuntos Políticos, Márcio Jerry (PCdoB), já foi ventilado nos bastidores com seu possível substituto, que seria o secretário-adjunto Ednaldo Neves, mas nada foi oficializado pelo Palácio dos Leões.

Alguns nomes também são esperados para desincompatibilização:

– Julião Amin (PDT): Secretário de Trabalho e Emprego

– Márcio Honaiser (PDT): Secretário de Pesca e Agricultura

– Neto Evangelista (PSDB): Secretário de Desenvolvimento Social

– Odair José (PCdoB): Presidente da Comissão de Licitação

– Pedro Lucas Fernandes (PTB): Agência de Metropolitana

– Simplício Araújo (Solidariedade): Secretário de Indústria e Comércio

O jogo ainda está em curso…. é aguardar os próximos passos das peças do tabuleiro das eleições.

 

(FONTE: DANIELA BANDEIRA)

Você pode gostar...