Governo Bolsonaro confirma 6 municípios do Maranhão no “Programa Investe Turismo”

PROGRAMA INVESTE TURISMO.

BRASÍLIA – O governo do presidente Jair Messias Bolsonaro incluiu seis municípios do Maranhão no programa Investe Turismo, lançado na manhã de hoje em Teresina, no Piauí. Serão contempladas com investimentos no setor as cidades de São Luís, Barreirinhas, Santo Amaro, Araioses, Tutóia e Paulino Neves. Ao todo, 200 municípios brasileiros receberão incentivo federal para impulsionar a atividade turística.

As cidades maranhense integram o polos São Luís, Lençóis Maranhenses e Delta das Américas. Presente à solenidade, o governador do Piauí, Wellington Dias, frisou que o Investe Turismo”é o início de um grande projeto em uma área muito importante para o desenvolvimento do setor, gerando emprego e renda”. Ele lembrou que a Área de Proteção Ambiental do Delta do Parnaíba, situada entre os estados do Piauí e Maranhão, também foi incluída no programa por meio da integração com a Rota das Emoções, roteiro já consolidado e que contempla os parques nacionais de Jericoacoara (CE) e dos Lençóis Maranhenses (MA).

O seminário itinerante destinado a apresentação do programa reuniu cerca de 200 gestores e empreendedores do setor. Entre as ações propostas estão o aprimoramento dos atrativos turísticos dos estados brasileiros, a comercialização dos destinos e a atração de investimentos e apoio ao acesso a linhas de crédito e fontes de financiamento. Além disso, o programa trabalha para a união dos setores público e privado no intuito de preparar e promover o serviço turístico de cada rota contemplada.

Em todo o Brasil, o programa integra 30 rotas turísticas, pelo menos uma por estado, com 158 municípios estratégicos para o turismo. Dez delas estão localizadas na região Nordeste. Com investimento inicial de R$ 200 milhões, a iniciativa pretende aumentar o orçamento para chegar a R$ 500 milhões. 

APOIO A INVESTIMENTO

Ao longo do seminário, o diretor de Infraestrutura Turística do Ministério do Turismo, Marcelo Moreira, além de representantes dos bancos do Brasil, do Nordeste, da Caixa Econômico Federal e do BNDES apresentaram linhas de crédito para projetos públicos e privados no setor com recursos viabilizados pelo Prodetur + Turismo e pelo Fundo Geral do Turismo (Fungetur), projetos realizados pelo MTur. O objetivo é alavancar a infraestrutura aos turistas e promover pesquisas e planejamento do mercado turístico no estado.

Você pode gostar...