Governo capacita equipes da Fesma que atuam nos 30 municípios do Plano Mais IDH.

Durante a capacitação, foi apresentado o Selo de Qualidade da Fesma, ferramenta para fomentar melhoria das ações em saúde.

MARANHÃO – Os profissionais de saúde que atuam na Força Estadual de Saúde do Maranhão (Fesma) nos 30 municípios que integram o Plano Mais IDH participam, até esta quinta-feira (4), no auditório da Secretária Adjunta de Atenção Primária e Vigilância em Saúde, de uma capacitação para o novo formato do programa. A Força atua também, nesta nova etapa, em São Luís e Imperatriz.

Neste segundo ciclo, cada equipe – formada por um médico, dois enfermeiros e um multiprofissional – atuará em dois municípios, com propostas estratégicas inovadoras para atingir as metas e indicadores pactuados, o que deve acontecer com o fortalecimento e apoio institucional à gestão municipal de saúde.

“A Fesma tem essa essência de fortalecer o serviço de saúde e a oferta para o usuário do SUS. A atenção básica é resolutiva, desde que ela seja eficaz. A Força mostra que isso é possível. Fazendo esta consolidação na atenção básica a gente desafoga a média e alta complexidade, fazendo uma otimização de gastos também”, ressaltou Waldeíse Pereira, secretária adjunta da Política de Atenção Primária e Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Na capacitação, foi apresentado o Selo de Qualidade da Fesma, ferramenta de apoio à gestão criada com o objetivo de fomentar melhorias nos processos de trabalho em saúde. São 27 ações para serem desenvolvidas, dentro de uma noção de gestão compartilhada, como forma de desenvolvimento de novos mecanismos de governança valorizando a autonomia dos municípios.

“Estamos apresentando o manual instrutivo para potencializar o eixo de apoio institucional à gestão, que já era feito, mas agora com as 27 ações divididas em três ciclos. Durante esses três anos de Fesma, fomos acompanhando e vendo a necessidade de reformular alguns processos de trabalho”, comentou a coordenadora da Fesma, Cheila Farias.

Atuando na força desde o primeiro ano, a enfermeira Andressa Leite trabalhará nos municípios de Conceição do Lago Açu e Belágua e está ansiosa para esta nova etapa. “A expectativa para este momento da Fesma é muito grande. Tive muitas vivências e muitas coisas aprendidas até aqui. Desejamos sempre estar aperfeiçoando para atingir as metas”, salientou.

BOX // Sobre a Fesma

A Força Estadual de Saúde do Maranhão foi idealizada pelo Governo do Estado para executar medidas de apoio institucional, assistência e combate a situações de risco epidemiológico. O foco principal de atuação é a diminuição da mortalidade materna e infantil, redução do número de internações e complicações por doenças crônicas (diabetes e hipertensão), assim como o aumento da vigilância e detecção dos casos de hanseníase.

Você pode gostar...