Jornal Valor Econômico destaca crescimento de Porto do Itaqui.

Desde 2015, o Porto do Itaqui tem quebrado recordes de produtividade graças aos bilionários investimentos públicos e privados. São 16 mil empregos direitos e indiretos.

MARANHÃO – O jornal Valor Econômico destacou, nesta quinta-feira (4), como os portos do Norte e do Nordeste têm ganhado cada vez mais importância no país – entre eles, o Porto do Itaqui, no Maranhão. A reportagem diz que as exportações de soja e milho que passam pelo chamado Arco Norte tiveram bastante impulso no primeiro trimestre. O Arco Norte é formado pelos portos de Itaqui, São Luís e Ponta da Madeira (Maranhão), Itacoatiara (Amazonas), Santarém e Barcarena (Pará) e Aratu (Bahia).

De acordo com a Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec), os embarques por essas rotas somaram 5,7 milhões de toneladas entre janeiro em março, 31,8% mais que no primeiro trimestre de 2018. Esse volume corresponde a cerca de 30% do total de soja exportado pelo Brasil no mesmo período. No ano passado, eram 24%. Já as exportações de milho pelo Arco Norte cresceram ainda mais: 87,3%.

Desde 2015, o Porto do Itaqui tem quebrado recordes de produtividade graças aos bilionários investimentos públicos e privados. São 16 mil empregos direitos e indiretos.

Você pode gostar...