Juiz Sérgio Moro sai de férias, deixa Lava Jato, para montar equipe do Ministério da Justiça e diz que pedirá exoneração do cargo em janeiro.

JUIZ SÉRGIO MORO SAI DE FERIAS.

BRASIL – O jornal O Globo informa nesta segunda (5) que Sergio Moro decidiu pedir férias, e não exoneração do cargo de juiz da 13ª Vara Federal de Curitiba, para se dedicar à organização do futuro Ministério da Justiça e da Segurança Pública.

Na semana passada, Moro aceitou o convite de Jair Bolsonaro para combatar o superministério, que tomará conta ainda da Transparência e órgãos como o Coaf. A decisão de Moro recolheu críticas na imprensa nacional e internacional, que indicaram que Moro maculou a imagem da Lava Jato.

Segundo O Globo, Moro tem férias acumuladas e, por isso, decidiu só pedir exoneração do cargo quando estiver próximo de tomar posse como ministro de Bolsonaro.

Até lá, vai descansar e aproveitar o tempo para estudar a estrutura da Pasta, os nomes que pretende indicar para cargos estratégicos e o pacote de leis que deve enviar ao Congresso para ajudar no seu plano de combater o crime organizado e a corrupção.

Enquanto Moro não pedir exoneração do cargo, não é possível abrir processo seletivo para o novo titular da 13ª Vara. A juíza substituta Gabriela Hardt já assumiu os trabalhos da Lava Jato e retoma nesta semana audiências da terceira ação penal que tramita no local contra Lula.
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Você pode gostar...