Morre o Desembargador Aposentado Antonio Pacheco Guerreiro, pai do desembargador Guerreiro Junior.

Desembargador-Aposentado Antonio Pacheco Guerreiro, e o filho Guerreiro Junior.

SÃO LUÍS/MA – O falecimento do desembargador-Aposentado Antonio Pacheco Guerreiro, é anunciado pelo seu filho Guerreiro Junior nesta segunda-feira (31) no Facebook. O jurista estava internado há um bom tempo, porém a causa de sua morte ainda não foi divulgada e nem o local de velório e enterro. Veja abaixo as palavras do filho:

“É com imenso pesar que comunico a todos os meus amigos e amigas o falecimento, agora há pouco, na UTI-Clínica do Hospital São Domingos, do meu amado e querido pai Desembargador-Aposentado Antonio Pacheco Guerreiro. Descanse em paz e que Deus guie os teus passos agora na eternidade”. 

Perfil de Antônio Pacheco Guerreiro

Nascido no dia 09.06.1923 em São Luís,  diplomou-se em Direito pela Faculdade de Direito de São Luís em 1940. Foi Jornalista de O Imparcial, Bibliotecário – Arquivista de 1945 a 1951 na Faculdade de Direito de São Luís, depois Promotor Público de 1951 a 1952.

Iniciou na Magistratura em 1952 como Juiz de Direito de Colinas, passando depois pelas comarcas de Loreto, Pinheiro, Cururupu, Itapecuru Mirim, Araioses, Caxias, sendo depois promovido por merecimento para São Luís. Em 1968 tornou-se Juiz de Direito do Tribunal Regional Eleitoral.

Nomeado por merecimento para o cargo de Desembargador em 1973, elegeu-se Corregedor Geral de Justiça para o biênio de 76/77.  Foi indicado para preencher a vaga de Juiz Substituto do Tribunal Regional Eleitoral em 1975. Eleito Vice-Presidente para o biênio de 77/79 e reeleito para 90/91.

Foi designado para ser Membro da Comissão de Coordenação, Orçamento, Concurso e Promoções no ano de 1973  e no ano de 1989, e Membro do conselho da Magistratura. Aposentou-se em 1993.

 

 

Você pode gostar...