Motorista causa atropelamento com morte na BR-402 em Rosário

CARRO SOBRE CHAMAS NA ESTRADA CAUSADOR DO ACIDENTE.

ROSÁRIO/MA – Um automóvel modelo Peugeot 2008 Griffe, de cor branca, placas de São Luís, causou um atropelamento com morte, por volta das 16h de domingo (17). O mesmo trafegava no sentido decrescente da rodovia que atingiu as duas crianças na altura do km 15 da BR-402, nas imediações do povoado Nambu Açu de Cima, município de Rosário.

Uma das vítimas, um menino de aproximadamente quatro anos de idade, morreu no local. A outra criança, de 3 anos, ficou gravemente ferida e foi levada para o hospital de Rosário.

MOTOCICLETA ATINGIDA PELO VEICULO.

Em protesto, algumas pessoas atearam fogo no veículo Pelas informações da PRF, o motorista cochilou ao volante e atropelou as duas crianças no acostamento da BR. O veículo ainda colidiu com uma motocicleta, que foi projetada contra uma VW/Saveiro vermelha, estacionadas fora do acostamento.
A PRF e a Polícia Militar, que estavam no trecho com várias equipes de reforço, evitaram que o condutor fosse morto pela fúria de populares, que tocaram fogo no veículo atropelador.

CARRO FOI INCENDIADO POR POPULARES.

O motorista foi agredido com socos e pontapés, mas foi resgatado a tempo e levado, com vários ferimentos, para a residência de uma enfermeira. Houve tensão, ainda, no momento de colocá-lo na viatura, pois alguns moradores queriam continuar com as agressões.
De acordo com testemunhas, uma criança que estava no banco traseiro do veículo do acusado também teria sido agredida com uma pedrada. A Polícia investiga a situação.

A esposa do motorista causador do acidente conseguiu sair do local a salvo com os dois filhos. Logo em seguida, alguns populares tentaram bloquear a BR, mas foram impedidos. A Polícia permanece no trecho para evitar novos distúrbios. A assessoria de comunicação da Polícia Rodoviária Federal estava no local e pré-agendou para terça-feira (19) uma reunião de representantes da comunidade com o DNIT, na sede da PRF, para encontrarem a melhor solução para os acidentes graves ocorridos naquele trecho.

(FONTE: Núcleo de Comunicação da PRF)

Você pode gostar...