PMDB FAZ AMEAÇAS AOS FILIADOS TEMENDO O ESVAZIAMENTO NO PARTIDO.

REMI E O ABACAXI

REMI E O ABACAXI

 

 

O famoso “chapão” do PMBD para as eleições de 2014 faz deputados e pretensos  a candidatos do Grupo Sarney a  fugir dele como o diabo foge da cruz. A fuga é tamanha que foi preciso o presidente estadual do partido, Remi Ribeiro, fazer todo tipo de ameaças temendo o esvaziamento do partido para as próximas eleições.

Remi Ribeiro aproveitou a popularidade das  redes sociais para usar metáfora do abacaxi para mandar recado aos  deputados infiéis. “Esse abacaxi é grande, porém maior será o problema  que os políticos que decidirem sair do PMDB irão enfrentar na justiça eleitoral”, declarou.

A fragilidade e a facilidade de mudança de partido no Brasil permite coisas absurdas acontecerem no período de filiações. As anomalias estão nas barbas da Justiça Eleitoral. Os atuais deputados procuram brechas e facilidades na legislação eleitoral para se elegerem com maior facilidade, violando a fidelidade da partidária prevista em Lei.
A primeira vítima do efeito  “abacaxi” no PMDB foi o deputado estadual Afonso Manoel que tentou deixar o partido  e teve que recuar com medo de perder o mandato. Pelo visto a  metáfora do presidente Remi Ribeiro é para valer.A decisão do presidente estadual do PMDB maranhense tem  sustentação na Resolução Nacional do partido que decidiu proibir os diretórios municipais e estaduais de  liberar parlamentarem a mudar de agremiações.

 

 

FONTE: VARÃO

Você pode gostar...