POLÍCIA ACHA QUE MORTE DE EX-DEPUTADO EM DOM PEDRO ESTA RELACIONADO COM A MORTE DO EX-VEREADOR DIOGO GOMES..


ex-deputado estadual Edilson Peixoto

ex-deputado estadual Edilson Peixoto

 

 

 A execução do ex-deputado estadual Edílson Peixoto da Silva, morto com nove tiros de pistola 9 mm, continua sendo investigada pelo delegado de Polícia Civil da Regional de Presidente Dutra, Paulo Franco, que não descarta a possibilidade da morte de Peixoto estar relacionada com o assassinato do ex-vereador Diogo Gomes de Freitas, morto uma semana antes em Dom Pedro, município que dista 255 quilômetros de São Luís.

Um dia após o crime, a polícia já conseguiu descobrir os nomes dos executores de Edílson Peixoto, que não tiveram suas identidades reveladas para não atrapalhar as investigações. O trabalho foi fruto dos depoimentos dos familiares da vítima que foram ouvidas durante toda à tarde de ontem.

Paulo Franco trabalha com várias hipóteses, dentre elas a prática do crime de pistolagem. “Não estamos descartando as hipóteses, mas nossa principal linha de investigação é crime de pistolagem. Foram nove tiros fatais de pistola 9 milímetros e nada levado da vítima. Apenas familiares foram ouvidos e garantimos que vamos prender todos os envolvidos”, disse.

O delegado também disse que vai esgotar todas as possibilidades para descobrir se as mortes de Diogo e Edílson estão relacionadas. “Começamos a ouvir as testemunhas e já sabemos quem são os dois autores do crime. Eles inclusive estão foragidos. Não vamos revelar a identidade para não comprometer as investigações. Falta descobrir quem são os mandantes Estamos trabalhando também com a possibilidade da morte do ex-deputado estar relacionada com a execução do ex-vereador uma semana antes”, finalizou.

Morte do ex-vereador

Um ex-vereador do município de Dom Pedro, que fica a 255 km de São Luís, foi assassinado na manhã da última sexta-feira, com três tiros. Diogo Gomes de Freitas, de 54 anos, foi abordado por dois homens em uma motocicleta, enquanto trafegava na Avenida Gonçalves Dias, por volta das 6h. De acordo com a polícia, a vítima ainda teve a orelha cortada e levada pelos assassinos. O ex-vereador trabalhava como comerciante na região. A polícia suspeita de execução e está à procura dos autores do crime.

Execução do ex-deputado

O corpo foi velado na casa do filho Faris Miguel, que é vereador na cidade. Segundo o delegado Otávio Chaves, a vítima estava em um veículo de passeio quando dois homens em uma motocicleta se aproximaram do carro e dispararam nove tiros de pistola calibre 9mm. Além de deputado estadual no fim dos anos 90, Peixoto foi vereador nos municípios de Fortuna e Joselândia. Ontem ele completaria 57 anos.

 

FONTE: O IMPARCIAL

 

Deixe uma resposta