Polícia encontra rifle, espingardas e revólver em propriedades de Nenzim.

Armas encontradas na fazenda do finado Nenzim.

BARRA DO CORDA/MA – Uma equipe de policiais civis de Barra do Corda, chefiada pelo delegado regional Renilton Ferreira, apreendeu, durante diligência, no dia de segunda-feira (11), seis armas de fogo – quatro rifles e duas espingardas – na fazenda Esperança Naru (povoado Serrinha), de propriedade do ex-prefeito Manoel Mariano de Sousa, o “Nenzim” (PV), assassinado com um tiro na nuca na última quarta (6).

O filho do ex-prefeito, conhecido como “Júnior do Nenzim” ou “Vaqueiro da Barra”, foi preso na sexta (8), acusado de ser o principal suspeito do crime. Ele administrava a fazenda do pai, que descobriu que muito gado da propriedade estava sendo roubado e desconfiava do filho – motivação para o homicídio, segundo a polícia.
As armas encontradas na fazenda foram quatro rifles (calibres 22, 38 e 44) e duas espingardas (calibres 20 e 12). A polícia também diligenciou num posto de combustível da família, onde encontrou um revólver calibre 38.
Na fazenda, a polícia ainda achou e apreendeu anotações importantes sobre negociações com gado. Num dos papéis consta o nome de Manoel Mariano de Sousa Filho, o “Júnior do Nenzim”, e se refere à venda de gado no valor de aproximadamente R$ 800 mil, no último mês. Armas e documentos passarão a fazer parte da investigação policial sobre o assassinato do ex-prefeito “Nenzim”.
(FONTE: O Informante)

 

Você pode gostar...