Polícia estoura fábrica clandestina de medicamentos em Caxias

RESPONSÁVEL PRESO.

CAXIAS/MA – A Polícia Civil, através da Delegacia Regional de Caxias, fechou na manhã desta sexta-feira (25/10) uma fábrica clandestina de medicamentos, situada Trav. Cristino Gonçalves,no bairro Volta Redonda. No local foi detido o proprietário, o nacional José Francisco Nunes da Silva, e conduzido a Delegacia Regional, sendo apreendidos mais de 3 mil rótulos falsos, carimbo com datas únicas de fabricação e validade, tampas para garrafas, anotações de quantidades, além centenas de garrafas vazias, e líquido já pronto, que foi recolhido para perícia pelos peritos do Icrim Timon.

O medicamento fitoterápico produzido Jalapa, Aguardente Alemã, popularmente conhecida por Garrafada. O remédio era fabricado sem o mínimo de higiene, com uso de álcool 90 graus proibido para a ingestão humana, sem autorização da Anvisa e sem qualquer preparo técnico. Os rótulos contém dados de empresas não existentes, bem como, número de CNPJ, responsável técnico e outros. A investigação iniciou-se há cerca de dois meses, após recebimento de denuncia no WhatsApp Denúncia da PC Caxiense.

Foi representado pelo Del Regional um mandado de busca e apreensão, que foi expedido pleo Juiz da 1 Vara Criminal de Caxias, Dr. Paulo Afonso Vieira Gomes, e cumprido na data de hoje. Segundo levantamentos os remédios falsificados eram no município de Caxias e cidades vizinhas, até em Chapadinha MA, sendo q há cerca de dois dias teria saído uma grande quantidade de caixas. As investigações prosseguem para identificar outros possíveis no fabrico e distribuição do remédio falsificado.

MATERIAL APREENDIDO.

Você pode gostar...