Policia investiga sobre morte de dois camponeses em Arari

Trabalhadores rurais Celino Fernandes e Wanderson de Jesus Rodrigues Fernandes.

ARARI/MA – A policia ainda esta investigando sobre o assassinato dos trabalhadores rurais Celino Fernandes e Wanderson de Jesus Rodrigues Fernandes, pai e filho, respectivamente, foram assassinados em sua residência, no último domingo (5), por pistoleiros. O crime aconteceu na cidade de Arari, a 166 km de São Luís, na Baixada Ocidental Maranhense.
Os matadores invadiram a casa e dispararam vários tiros contra os camponeses. O crime foi presenciado pela esposa, filhos e netos. Os lavradores assassinados já haviam denunciado aos órgãos do estado o conflito agrário com latifundiários, envolvendo a comunidade e a família.
O advogado Diogo Cabral relatou o seguinte no twitter: “Em Arari-Ma, na comunidade quilombola de Cedro, na madrugada do dia 05.01.2020, quatro pistoleiros fortemente armados e invadiram a residência e executaram CELINO FERNANDES e WANDERSON DE JESUS RODRIGUES FERNANDES, pai e filho, respectivamente”.
Segundo o advogado, os pistoleiros chegaram à comunidade e às residências dos camponeses dizendo serem da polícia e que estavam cumprindo ordem de prisão. Trajavam coletes da polícia civil, todos encapuzados, arrombaram as residências e assassinaram os lavradores. “É de fundamental importância a imediata elucidação desses crimes brutais e que os autores sejam processados e ao final condenados às penas das leis brasileiras”, acrescentou o advogado.
A polícia não tem pistas dos executores dos dois camponeses. O governo ainda não se manifestou sobre esse crime bárbaro, com características de encomenda ou pistolagem.

Você pode gostar...