Policiais do 27º BPM prendem suspeitos de terem ligação com a explosão ao Banco do Brasil de Rosário

Antônio de Jesus Gomes, Maxwel Silva Ferreira e T. S. F.

ROSÁRIO/MA – Policiais do 27° BPM com sede em Rosário, realizou uma operação com apoio do GSA, CTA, SEIC e BOPE.Conduziram na tarde desta quinta (25) três suspeitos de terem ligações com a quadrilha que explodiu a agência do banco do Brasil de Rosário. Após receber denúncias anônimas que os indivíduos encontravam-se escondidos em uma residência no Povoado Santa Rosa a GU do 27º BPM  juntamente com uma equipe da SEIC e com apoio do CTA  deslocou até o local. Ao chegar, as pessoas que se encontravam na casa empreenderam fuga pelo quintal. As equipes realizaram buscas na casa encontrando varios matériais dentre algumas armas. 

Já por volta das 18h:15min a GU Juntamente com uma GU do BOPE se deslocaram novamente ao endereço, e ao chegar  novamente os indivíduos tentaram fugir, no entanto foram contidos, sendo necessário o uso da força para contê-los.
Ao serem questionados sobre o fato do Banco um dos elementos afirmou que seu irmão de nome Matias teria vindo de São Luís, juntamente com outras 03 pessoas e se hospedado na casa do pai, para realizar a logística do fato. Outro indivíduo afirmou que seu irmão Matias deslocou por volta de 17h00min do dia 24/07/2019 em direção  a Centro Grande, Axixá, onde teria realizado o roubo de um veículo. O mesmo afirmou que após o fato, seu irmão retornou para São Luís com os 03 indivíduos e encontra-se no Bairro Santa Clara. 
Os suspeitos conduzidos foram os seguintes: Antônio de Jesus Gomes, Nasc: 19/04/1972, residente à Av. José Sarney, Pov. Santa Rosa, Maxwel Silva Ferreira.
Nasc: 19/07/1996, residente à Av José Sarney, Povoado Santa Rosa -Axixá e T. S. F. Nasc: 26/08/2001, residente à Av José Sarney, Povoado Santa Rosa em Axixá. O
s mesmos foram entreguem na delegacia regional de Rosário para as devidas providências. Com os mesmos foram apreendido os seguintes materiais: – 01 Espingarda;

– 01 Arma de fabricação; caseira tipo Garruncha;   
– 01 Bengala de moto;
– 01 Facão;
– 01 Faca;
– 01 Celular preto Alcatel;
– 630 reais;
– 01 frasco de polvora;
– 04 pedras de chumbo;
– 13 espoletas;

MATERIAL APREENDIDO.

Veja o Histórico da policia militar:
Após a explosão do banco do Brasil de Rosário, a GU do GSA iniciou buscas pela região. Após receber denúncias que os indivíduos encontravam-se escondidos em uma residência no Povoado Santa Rosa a GU do 27º BPM juntamente com uma equipe da SEIC e com apoio do CTA deslocou até o local. Ao chegar, as pessoas que se encontravam na casa empreenderam fuga pelo quintal, abandonando a casa. As equipes realizaram buscas na casa encontrando o material apresentado. Já por volta das 18h:15min a equipe do GSA Juntamente com uma GU do BOPE se deslocaram novamente ao endereço, e ao chegar novamente os indivíduos tentaram fugir, no entanto foram contidos, sendo necessário o uso da força para contê-los. O conduzido 01 é pai dos outros conduzidos. Ao serem questionados sobre o fato do Banco o conduzido 02 afirmou que seu irmão de nome Matias teria vindo de São Luís juntamente com outras 03 pessoas e se hospedado no endereço mencionado, para realizar a logística do fato.

O conduzido 2 afirmou que seu irmão Matias deslocou por volta de 17h00min do dia 24/07/2019 em direção a Centro Grande, Axixá, onde teria realizado o roubo de um veículo, conforme confirmou o conduzido 02. O mesmo afirmou que após o fato, seu irmão retornou para São Luís com os 03 indivíduos e indicando o local onde se encontra os mesmos, segundo afirmou o individuo 02. Foi dado voz de prisão aos indivíduos e os mesmos foram apresentados na DP de Rosário. Ressalta-se que o conduzido 02 afirmou sentir uma dor nas costas oriunda de sua queda durante a fuga e os demais apresentavam algumas escoriações devido a fuga também.

(FONTE 27º BPM)

Você pode gostar...