Prédio onde funcionava antiga fábrica da Oleama será reformado pelo Governo do Maranhão

Governo vai reformar sede da Associação Os Caras de Onça.

SÃO LUÍS/MA – Ocupado há mais de um ano pela Associação Cultural Os Caras de Onça, o prédio da antiga fábrica de sabão Oleama, localizado no bairro do Desterro em São Luís, será reformado pelo Governo do Estado, por meio das Secretarias de Estado da Cultura (Secma) e da Infraestrutura (Sinfra).

A solenidade de assinatura da ordem de serviço aconteceu nesta quarta-feira (19), no bairro do Desterro, com a presença dos secretários de Estado da Cultura, Diego Galdino, da Infraestrutura, Clayton Noleto, deputado Roberto Costa, representantes do grupo Caras de Onça e moradores da comunidade.

O prédio estava funcionando em condições precárias e seus espaços foram ocupados pela Associação Cultural Os Caras de Onça para realização de oficinas e atividades socioeducativas. A associação existe há mais de 20 anos na comunidade do Desterro, bairro do Centro Histórico de São Luís, onde realiza ações sociais e culturais voltadas para pessoas que vivem em situação de rua, dependentes químicos, idosos e crianças.

O secretário de Estado da Cultura, Diego Galdino, falou sobre a necessidade da execução da obra e de manter as atividades desenvolvidas pelo grupo cultural.

“O governador me deu essa missão, eu conversei com os integrantes da associação, entendi as necessidades da comunidade e vamos iniciar a reforma ainda este mês, e desde já afirmo que esse prédio é da Associação Casas de Onça”, concluiu o secretário.

Durante a reforma, a Associação ficará sediada em outro prédio, também localizado na Praia Grande, onde funcionará temporariamente.
O presidente da associação, José Domingos, agradeceu pela iniciativa e disse que é um sonho realizado.

Pastas de Cultura e Infraestrutura vão promover a reforma.

“É muito gratificante saber que a nossa caminhada não foi em vão. As nossas ações são diárias no bairro, atuamos na recuperação de dependentes químicos, fazemos distribuição de sopão, rodas de conversas com idosos, oficinas de capoeira, tambor de crioula, aulas de reforço, entre outras atividades”, relatou José.

Para a vice-presidente da Associação, Jânia Lindoso, a reforma será a concretização de um sonho. “Já integramos muitas pessoas da comunidade por meio da arte e cultura, é uma prática que liberta e dá novas perspectivas, então essa obra é um presente para todos nós”, destacou.

O presidente da União dos Moradores, Luís Cláudio Nogueira, disse que é de muita significância o projeto realizado pela Associação Caras de Onça. O prédio estava abandonado e era habitado por pessoas que estavam ociosas, na marginalidade. Hoje a realidade é outra, com o trabalho voluntário realizado pela associação”, afirmou Luís Nogueira.

A comemoração contou ainda com apresentação de diversos grupos culturais como Boi Lendas e Magia, Banda do Bom Menino das Mercês, Batuque da Onça, Banda dos Kuecas, Tambor dos Onças, Touro Dominador e Flor do Samba.

 

Você pode gostar...