Prefeito de Açailândia deve ter mandato cassado por desvio de milhões da Previdência

Prefeito de Açailândia, Juscelino Oliveira.

AÇAILÂNDIA/MA – O enrolado prefeito de Açailândia, Juscelino Oliveira volta a ser alvo de mira da Justiça por improbidade administrativa e desvios de recursos. O atual prefeito e a ex-prefeita Gleide Santos desviaram cerca de R$ 21 milhões dos recursos da Previdência Municipal.

Segundo auditoria realizada pelo Ministério Público, a dupla infernal ao município descontava dos contracheques dos servidores mas não repassava os descontos previdenciários para o instituto de direito, o que caracterizou crime de apropriação indébita.

Pelos números auditados, entre os anos de 2013 até 2017,  o roubo chega a mais de R$ 21 milhões e, por isso, o Ministério Público ajuizou três ações contra os dois. Também deverá responder pelo crime de omissão a diretora do Instituto de Previdência do Município de Açailândia.

Gleide Santos já foi prefeita da cidade e cassada por desvio de recursos, sendo substituída pelo seu vice, o atual prefeito que, pelo visto, é aluno da ex-prefeita na questão. Ele foi reeleito pelo voto do povo incauto e segue no mandato, embora tenha sido afastado do cargo uma vez pelo mesmo delito de meter os pés e mãos naquilo que não é dele.

 

Você pode gostar...