PREFEITO EDVALDO ACOMPANHA INÍCIO DO “MAIS ASFALTO” NA CIDADE OPERÁRIA; MAIS DE 100 VIAS ESTÃO CONTEMPLADOS.

"MAIS ASFALTO" NA CIDADE OPERÁRIA.

“MAIS ASFALTO” NA CIDADE OPERÁRIA.

SÃO LUÍS – Serviços do programa “Mais Asfalto”, fruto da parceria inédita celebrada entre a Prefeitura de São Luís e Governo do Estado, chegaram à Cidade Operária nesta quinta-feira (25). O prefeito Edivaldo e o secretário estadual de Infraestrutura, Clayton Noleto – que no ato representou o governador Flávio Dino -, acompanharam o início do trabalho de requalificação asfáltica, que começou pela Rua 02 da Unidade 205 e se estenderá a mais de 100 ruas e avenidas do bairro, contemplando 42,13 quilômetros de malha viária na região. O investimento total do programa em São Luís é de R$ 20,6 milhões.

O prefeito Edivaldo destacou a ação como uma das mais demandadas pela população da Cidade Operária. “Cumprimos aqui o compromisso que firmamos com a comunidade desse bairro tão populoso e que há muito tempo reivindicava por melhorias na sua infraestrutura urbana. Agora, com esse novo momento em que o prefeito e o governador trabalham lado a lado em favor da população ludovicense, vamos avançar ainda mais trazendo serviços importantes para esta comunidade”, disse o prefeito.

Edivaldo afirmou que a Cidade Operária tem sido vista com muito carinho por sua gestão e elencou alguns serviços já realizados no bairro, como o Circo-Escola, que atende a centenas de crianças e adolescentes; o Centro Dia, a instalação do Cras em sede própria e a maternidade do bairro, cujas obras já iniciaram.

PREFEITO EDVALDO PRESENTE NA CIDADE OPERÁRIA.

PREFEITO EDVALDO PRESENTE NA CIDADE OPERÁRIA.

O programa “Mais Asfalto” na Cidade Operária contempla as principais avenidas das seis unidades que integram o bairro. A ação vai ainda corrigir problemas de buracos, fissuras e deformações existentes nessas vias, além de realizar tratamento de drenagem superficial (sarjetas, meios-fios e calçadas).

As ações do programa “Mais Asfalto” vão requalificar cerca de 120 quilômetros de vias urbanas na capital maranhense. O programa beneficia também outros bairros da cidade, como Vila Embratel, Cohab, Anjo da Guarda, São Raimundo, Vila Bacanga, Vila Isabel, Vila Ariri, Vila São Luís, Vilas Mauro Fecury I e II, Alto da Esperança, João de Deus, Vila Nova República, Coroadinho e Vila Luizão, totalizando 17 bairros.

O secretário estadual de Infraestrutura, Clayton Noleto, afirmou que há, ainda, muitas outras ações a serem executadas por meio de parceria firmada entre o Estado e o Município, para melhoria da mobilidade urbana e melhorias gerais na infraestrutura da capital. “Esta é a comprovação mais prática de que a união entre a Prefeitura e o governo do Estado é fundamental para promover a qualidade de vida e a justiça social em São Luís”, disse Noleto.

A dona de casa, Antônia Silvina Martins, 62 anos, moradora da Rua 02 da Unidade 205, há 29 anos, era só felicidade com a chegada do asfalto à sua porta. “Há anos que nós, moradores dessa rua, cobrávamos esse benefício das autoridades, e agora, enfim, fomos atendidos”, disse ela.

Igual sentimento de satisfação era compartilhado também pela funcionária pública Maria das Neves Pereira, 62 anos, moradora da rua 03 da Unidade 205, há quase 30 anos. “Quando soube que nossa rua também estava incluída no programa, foi uma grande alegria para todos nós. Era tudo o que queríamos e já lutamos muito para que fôssemos vistos. Agora, sim, vejo que o asfalto chegou de verdade”, disse.

Para ter certeza de que os serviços de pavimentação tinham realmente chegado à sua área, a empregada doméstica Jane Rose Araujo, 47 anos, foi pessoalmente verificar o início dos trabalhos. “Parece um sonho. Já achava que nunca seríamos atendidos”, disse ela.

AÇÕES

Coordenadas pela Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp) e pela Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra), as obras do programa “Mais Asfalto” em São Luís tiveram início na área Itaqui-Bacanga, atingindo, em uma primeira etapa, as comunidades do Anjo da Guarda e Vila Embratel. Ao todo, vão ser requalificados 36 quilômetros de vias urbanas nessa região.

Na Vila Embratel, os trabalhos começaram na Avenida Principal e vão atingir ainda as ruas e avenidas Getúlio Vargas, Bom Jesus, Nossa Senhora de Fátima, Primeiro de Maio, Epitácio Cafeteira, Travessa da Rua 10, Rua 11, do Arame, Travessa 06, Travessa São José, Travessa São Pedro, São Felix, Santo Antônio, Travessas das Ruas 08 e as ruas 12, 13, 17, 16, 18, Piancó, Paraíso, Boa Esperança, do Fio, do Mercado e 13 de Maio, entre outras.

No Anjo da Guarda, as obras foram iniciadas na Avenida Principal, e vão contemplar também as ruas e avenidas da Martinica, México, Odilo Costa Filho, João Castelo, do Sol, Paquistão, Inglaterra, Hungria, Grécia, Paraguaia, Projetada, China, Buriti, da Holanda, TV do Japão e do Egito, entre outras.

BALANÇO

Com recursos próprios e financiamentos junto à Caixa Econômica Federal (CEF), a Prefeitura de São Luís ampliou várias frentes de trabalho de requalificação asfáltica na capital maranhense. Em menos de dois meses, cerca de 30 quilômetros de ruas e avenidas de São Luís foram recapeados pela Semosp, em bairros como Vicente Fialho, Turu, Cohama, residenciais Pinheiros e Araras, Vinhais, Cohaserma, Jardim Eldorado, São Raimundo, Vila Cascavel Jardim América, entre outros, totalizando 17 bairros.

Nesse período ainda, a Prefeitura levou mais de 6 quilômetros de asfalto, além de calçamento em bloquete, para comunidades da capital maranhense antes desassistidas desse tipo urbanização, como a Vila Riod, Pontal da Ilha, Vila Janaina e Baixão.

Somando todas as frentes de obras de requalificação de vias urbanas da capital, a cidade deve ter mais de 220 quilômetros de ruas e avenidas recuperadas até o final do ano, contribuindo significativamente para a melhoria da mobilidade na cidade.

A Rua do Aririzal, Avenida General Arthur Carvalho, Rua Coronel Eurípedes Bezerra, Primeira Travessa Boa Esperança, Rua Boa Esperança, avenidas Um e Dois, ruas Três e Existente (região Cohama/Turu); Rua São Judas Tadeu, (Cantinho do Céu); Avenida Brasil e as ruas Deputado Luiz Rocha, Santa Isabel, Laertes Santos, Eurípedes Bezerra II e Principal (Vicente Fialho); Rua do Arame/Heitor Augusto (Vinhais); Ruas 2, 3, 4, 5, 6, 10, 49 / Alameda C (Cohaserma); Rua do Retiro Natal (Jardim Eldorado); além de ruas do São Raimundo, Vila Cascavel e Vila Cotia estão entre as vias que já receberam ou estão recebendo o pacote de serviços de urbanização.

“Todas essas ações representam um resgate da cidadania dos ludovicenses, proporcionando-lhes melhorias na mobilidade urbana de regiões importantes da capital, valorizando as demandas antigas da população”, concluiu o titular da Semosp, Antônio Araújo.

Participaram ainda do ato de início das obras de pavimentação asfáltica da Cidade Operária os vereadores Isaías Pereirinha (PSL), Pavão Filho (PDT), Barbosa Lages (PDT), Alencar Gomes (PDT), Ricardo Diniz (PHS), Francisco Carvalho (PSL), Anderson Martins (PRB).

Também acompanharam a execução dos serviços no local os secretários municipais Lula Fylho (Governo), Cursino Moreira (Planejamento), Batista Matos (Comunicação), Andreia Lauande (Criança e Assistência Social), Júlio França (Desportos e Lazer), Geraldo Castro (Educação), Severino Sales (Relações Parlamentares), Júlio César Marques (Desenvolvimento Metropolitano), Breno Gladino (Segurança com Cidadania); e o secretário estadual de Assuntos Políticos e Federativos, Márcio Jerry.

Você pode gostar...