PREFEITURA DE SÃO LUÍS SEGUE COM AS OBRAS DE URBANIZAÇÃO.

VILA RIOD

VILA RIOD

SÃO LUÍS – As obras de urbanização da Vila Riod realizadas pela Prefeitura de São Luís prosseguem em ritmo acelerado. As ruas Santa Rita, Santa Teresinha, São Pedro, União, Eudeulino, Sol Nascente, São José I e II, Travessa do Aterro e trecho da Rua da Secretaria já receberam pavimentação asfáltica. Nesta semana, as equipes trabalham a preparação da base da Avenida Sarney Filho e das ruas Castanheiras, Menino Jesus, Jerusalém, Nossa Senhora de Fátima, Fé em Deus e São José III para que o asfalto seja implantado.

“Temos um planejamento com várias frentes de trabalho já abertas e iremos expandir as obras de pavimentação para diversos bairros em nossa cidade; alguns, inclusive, recebem o asfalto pela primeira vez. Nosso objetivo é ampliar a mobilidade urbana, reduzindo o tempo de deslocamento e, assim, contribuir para que haja mais qualidade de vida, com uma rotina mais leve e confortável à nossa população”, disse o prefeito Edivaldo.

As ações integram o pacote de intervenções em andamento pela Prefeitura de São Luís, com ênfase para as obras de pavimentação em várias localidades da cidade. Na Vila Riod, as obras pavimentam vias que nunca haviam recebido asfalto, assim como no Pontal da Ilha. A piçarra ou areia com que eram cobertas as vias antes das obras dificultavam a trafegabilidade. No Pontal da Ilha, estão recebendo camada asfáltica as Ruas da Prata e do Bronze, e a Avenida Alphaville passa por terraplanagem, além de outras que estão incluídas na programação.

Também está adiantada a requalificação asfáltica executada em vias de ligação entre os bairros Cohama e Turu. Nessa área, já foram feitos serviços de pavimentação na Rua do Aririzal, Boa Esperança e nas Avenidas Arthur Carvalho e Eurípedes Bezerra.

As obras na Vila Riod integram o Lote I de execuções de serviços de pavimentação em concreto asfáltico e bloquete, com a construção e recuperação de drenagem profunda (galerias e bocas de lobo) e de drenagem superficial (meio-fio e sarjeta), cujos investimentos são provenientes de financiamento junto à Caixa Econômica Federal (CEF), contemplando áreas da Janaína e Cidade Operária.

Você pode gostar...