PREFEITURA DE ITAPECURU DIVULGA EDITAL PARA 348 VAGAS NO MUNICIPIO.

ITAPECURU

ITAPECURU

 

 

A prefeitura de Itapecuru Mirim, através da secretaria de administração divulgou nesta quarta-feira (16) o edital do concurso público para provimento de diversos cargos na administração local.

Surpreendendo a todos, só serão efectuadas inscrições de forma presencial, nada de internet. Ou seja, em tempos de avanço tecnológico em que as pessoas pagam suas contas de consumo até mesmo pelo celular, a prefeitura de Itapecuru resolve ignorar a tecnologia e fazer inscrições com emissão de boletos para pagamento de forma presencial. Em outras palavras, quando todas as instituições buscam acabar com a burocracia, a nova administração quer retomá-la a qualquer custo.

No edital alguns pontos chamaram atenção dos candidatos. Por exemplo, diz que para não ser eliminado do certame o candidato deve atingir o mínimo de 60% (sessenta por cento) do total das questões da prova objectiva. Na verdade em todo e qualquer concurso sério o percentual mínimo para não ser eliminado varia entre 40% e 50%, em alguns basta que o candidato acerte apenas uma questão em cada prova para continuar concorrendo. 60% é o mínimo que qualquer candidato tem que atingir para poder disputar uma vaga, dependendo do nível intelectual dos concorrentes.

Foram divulgados dois editais, sendo um para SELETIVO PÚBLICO destinado à CONTRATAÇÃO de agentes de endemias e agentes comunitários de saúde (ACS) com um total de 52 vagas. A pergunta que não quer calar é: Por que estas vagas estão constando como parte do concurso público se elas não são para NOMEAÇÃO e sim destinadas a contratos?

O outro edital, que tem como objetivo NOMEAÇÃO E POSSE, apresenta apenas 348 vagas para diversas áreas. Mas não eram 400? Ou estão tentando confundir a população misturando SELETIVO com CONCURSO PÚBLICO?

Os candidatos ao cargo de vigia estão organizando um abaixo-assinado para derrubar o edital, porque nele diz que para exercer tal função é necessário que se apresente a certificação que comprove que o candidato passou por um curso específico, como pedem as empresas de segurança privada. Mas os candidatos serão vigias ou seguranças dos prédios públicos? As funções são distintas e têm atribuições bastante diferentes, não cabendo a exigência de tal certificação.

Também é exigido a quem for prestar seletivo para agente comunitário de saúde a certificação de um curso preparatório. Ocorre que para ter acesso a este curso é preciso JÁ SER um agente, pois somente os agentes que já estão na ativa recebem este tipo de treinamento. Outro profissional não. Então como um candidato que nunca exerceu a função poderá concorrer a estas vagas?

Outra curiosidade do edital é que ele já trás expresso o número de excedentes que serão considerado no certame. Por exemplo, se determinada área tem 40 vagas, consta no edital que o número de excedentes será de apenas 40. Mas como determinar a excedência de EXCEDENTE é todo aquele que for classificado além do número de vagas disponíveis para a nomeação e posse? E se os 40 classificados além das vagas, por algum motivo, não estiverem aptos os demais que prestaram o concurso não serão considerados e convocados para um possível preenchimento do cargo?

Por último e não menos grave, no anexo que se refere à declaração de hipossuficiência financeira consta o nome da prefeitura de Santana do Maranhão, uma clara evidência de que o edital foi copiado de outro certame aplicado naquele município maranhense e que foi adaptado para o concurso de Itapecuru.

A empresa L. J. Assessoria Consultoria e Planejamento Administrativo Ltda, responsável pelo edital, ainda não se manifestou a respeito. A população espera que seja publicada uma ERRATA esclarecendo todas estas questões e contemplando de maneira adequada o candidato que vem se preparando desde o início do ano para prestar concurso público na cidade de Itapecuru Mirim. Visto que vários pontos constantes do edital não foram abordados em audiência pública realizada no auditório da prefeitura para apresentar a realização do concurso.

Como está, o edital fere o que foi determinado pelo Ministério Público através de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado inclusive pela prefeitura de Itapecuru comprometendo-se a respeitar tudo que ficou acordado entre sociedade e o poder público.

As inscrições serão de 21 a 26 de Outubro de 2013 e serão apenas na modalidade PRESENCIAL. Para inscrever-se o candidato deve dirigir-se até a CASA DE CULTURA, localizada no centro de Itapecuru, próximo ao mercado municipal, das 08 às 17h munido dos documentos exigidos pelo edital. Para ter aceso aos editais clique nos links abaixo.

 CLIK ABAIXO O EDITAL:

EDITAL SELETIVO PÚBLICO 2013

 CLIK ABAIXO O EDITAL NUMERO 2:

http://itapecurunoticias.com.br/downloads/EDITAL_CONCURSO_%20ITAPECURU_2013.pdf

 

Você pode gostar...