Proprietária da fabrica de Tiquira na cidade de Santo Amaro, senhora Margot Stinglwagner é recebida pelo governador Flávio Dino.

GOVERNADOR FLÁVIO DINO COM DONA MARGOT STINGLWAGNER PROPRIETÁRIA DA FABRICA DE TIQUIRA EM SANTO AMARO.

SANTO AMARO/MA – O governador Flávio Dino, recebeu nesta segunda-feira (15), no Palácio dos Leões, a empresária e proprietária da fabrica de Tiquira na cidade de Santo Amaro, a empreendedora senhora Margot Stinglwagner, onde conheceu de perto a importância da fabrica de Tiquira em Santo Amaro, junto estavam os produtores da cachaça maranhense que foi tema do encontro entre o Governo, sindicato e empresários.

Margot Stinglwagner, lançou, a Guaaja, sua marca própria de tiquira. Em maio de 2015, Margot lançou a tiquira Guaaja, nome de uma tribo maranhense. Traz em seu rótulo aves guarás, típicas do estado. De acordo com a empreendedora, a Guaaja tem um gosto diferente de outros destilados, é aveludada e seca.

Atualmente, a Guaaja está disponível em supermercados do Maranhão e em alguns hotéis do Rio. Mais recentemente, firmou parceria com um e-commerce, que entrega a bebida em todo o país.

Adensamento da cadeia produtiva da cachaça, regularização de produtores e estratégias para o fortalecimento do mercado de bebidas foram alguns dos temas discutidos na reunião de trabalho realizada pelo governador Flávio Dino nesta segunda-feira (15), no Palácio dos Leões.

Na ocasião, ele recebeu representantes do Sindicato de Bebidas (Sindibebidas), empresários e outras instituições do setor. Além da tradicional tiquira feita à base de mandioca, as cachaças de cana de açúcar são muito produzidas em diversas regiões do estado, segundo o presidente do Sindibebidas, Francisco Rocha. E também uma das primeiras iniciativas para profissionalizar e dar competitividade à produção local e à regularização de produtores.

Flávio Dino discute incentivos para a produção de cachaça maranhense com entidades do setor.

Cadeia Produtiva da Cachaça

Ainda do governo estadual, participaram da reunião os secretários de Agricultura (Sagrima), Marcio Honaiser; de Turismo (Sectur), Diego Galdino; de Indústria e Comércio (Seinc), Simplício Araújo; e de Meio Ambiente (Sema), Marcelo Coelho. Eles contribuem com diferentes iniciativas para incremento da produção do setor.

“É uma reunião importante que já mostra a determinação que o Governo do Maranhão tem com várias secretarias para desenvolver mais uma cadeia produtiva, dessa vez agora a cadeia produtiva da cachaça e da tiquira, que têm como base a cadeia de cana de açúcar e da mandioca”, comentou Honaiser.

Também participaram da reunião, o Sistema Fiema, com representantes da Federação das Industrias do Maranhão (Fiema), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Senai e representantes de instituições financeiras como o Banco do Brasil.

 

 

 

 

 

 

Você pode gostar...