Santo Amaro Dique caçula da família.

VEREADOR ATAÍDE DE SANTO AMARO.

VEREADOR ATAÍDE DE SANTO AMARO.

SANTO AMARO – Com chegada da estrada, muito se alegra com esse dorso asfáltico, assim, em definitivo, ele passa a incorporar o circuito Rota das Emoções, dentro de um projeto de unificação turístico que abrange vários municípios costeiros assentados entre os estados do Maranhão, Piauí e Ceará, cujo roteiro nasce em Santo Amaro do Maranhão e, como ponto final, o povoado de Jeriquaquara na cidade de Jijoca no Ceará. O turismo desenvolvido de forma sustentável nesse circuito trará riqueza às comunidades integrantes dos vários municípios que tem como diamante a natureza das aguas e das areias a disposição dos visitantes interessados em conhecê-los.

Ocorre que nossa Santo Amaro, embora localizada na baixada oriental, a exemplo dos outros, localizados na baixada ocidental, vem sendo agredido com a intromissão de agua salgada nos rios e lagos de agua doce, fenômeno que vem ocorrendo com frequência, provocando um desequilíbrio na fauna e flora, pois a vida nesse ecossistema não resiste à ação da salinidade trazida na agua invasora. Todos os anos diante desse desastre, por mais que a comunidade, dentro de sua limitação, procure impedir a invasão das marés, entretanto, tem sido uma luta desigual. Essa guerra dura seis meses, só é amenizada com a chegada das chuvas.   

Vimos, recentemente, com muita alegria, o governador Flavio Dino anunciar a construção de vários Diques pra conter a invasão hídrica salgada em mananciais de agua doce, em alguns municípios da baixada ocidental. Que medida acertada, em boa hora ela vem ao encontro dos anseios dessas comunidades beneficiadas. Aqui louvo a persistência do amigo Flávio Braga, em sua coluna no Jornal Pequeno, é uma voz que sempre clamou por esse beneficio, a ela, pensando na minha Santo Amaro, desde cedo me irmanei.

Santo Amaro, para lapidar seu diamante turístico e dele viver, precisa e muito de um Dique que venha conter essa invasão indesejada nos locais vicejantes de vidas marinhas brotadas nos leitos de agua doce. Essa medida traria enormes benefícios para nossa comunidade ribeirinha que vive da pesca artesanal, assim como para os animais que se alimentam de toda flora vegetal oriunda desse ecossistema. Para o turismo, a contenção promoveria passeios aos visitantes o ano inteiro, gerando salário e renda aos nossos irmãos nativos, assim como fomentaria com pujança toda rede de comercio turístico local.

Por tudo isso, apelamos ao governador Flávio Dino, expoente tão bem aceito por nossa comunidade, que também inclua Santo Amaro na rede de construção dos Diques, pois um projeto dessa magnitude irá mudar a sua realidade, melhorando bastante a qualidade de vida de seu povo, dando um salto qualitativo no seu IDH. Desejo de todo santo-amarense.

 Santo Amaro, 02 de junho de 2016.

 Domingos Ataíde – Aposentado

Você pode gostar...