Secretaria de educação define estratégias para ensino não presencial no Maranhão durante período de isolamento

SECRETÁRIO FELIPE CAMARÃO.

MARANHÃO – O Secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, anunciou as medidas para a educação à distância neste período de quarentena. Ele destacou que é preciso manter as atividades neste período excepcional. Participaram da reunião em videoconferência membros do CEE, UNDIME, UNCME e SINPROESEMMA, localizados em várias regiões do estado. “Nosso foco, nesse momento de crise, é construirmos juntos estratégias para o processo de aprendizagem não presencial”,a firmou.

Ficou definido:

1. Contribuição de todos – UNCME, Sindicato e UNDIME na elaboração da Resolução do CEE a respeito das atividades pedagógicas nesse período. Prazo até amanhã, dia 25;

2. Devem compor a resolução, propostas abertas (aulas via TV, rádios, entre outros recursos) para disponibilização de atividades para as etapas e modalidades de ensino, mas sempre prevendo monitoramento e avaliação da aprendizagem;

3. As medidas valerão pelo período excepcional, por 30 dias, prorrogáveis e com suspensão dos efeitos pós-crise;

4. A SEDUC disponibilizará para a UNDIME todas as tecnologias disponíveis, bem como materiais didáticos e suas redes socias;

5. SEDUC e UNDIME irão gravar aulas em formato audiovisual pela estrutura da TV Assembleia para disponibilização em veículos de comunicação eletrônicos da capital e dos demais municípios;

6. Solicitação à TV Brasil – EBC de aulas já gravadas;

7. Criação do Comitê de Avaliação Educacional da crise: SEDUC, UNDIME, UNCME, SINPROESEMMA e CEE;

8. Solicitação de recursos do programa Educação Conectada do Ministério da Educação para a universalização do acesso à internet.

Você pode gostar...