Secretário de Segurança relata o assassinato da sobrinha-neta de Sarney.

SECRETÁRIO DE SEGURANÇA JEFFERSON PORTELA.

SECRETÁRIO DE SEGURANÇA JEFFERSON PORTELA.

SÃO LUÍS – O secretário de Segurança Pública do Maranhão, delegado Jefferson Portela, falou detalhes sobre o assassinato de Mariana Menezes de Araújo Costa Pinto, filha do ex-deputado Sarney Neto e sobrinha-neta do ex-presidente José Sarney. Portela disse que o empresário Lucas Leite Ribeiro Porto, suspeito principal do crime, saiu da cena do crime e retornou com outra roupa. Segundo o secretário, a roupa que Lucas Porto trocou ainda não foi encontrada.

Jefferson Portela disse ainda que o empresário negou a ceder imagens do circuito interno do seu prédio, onde ele é sindico. “Ele como sindico não cedeu as filmagens. Só que, como ele está preso, será oficializado ao sub-sindico para entrega dessas filmagens”, disse.

Lucas Porto foi preso nesta segunda-feira, dia 14, como principal suspeito da morte de Mariana Costa. Ele está no Centro de Triagem do Complexo Penitenciário de Pedrinhas. O empresário, que nega o crime, é cunhado da vítima e pertence a uma família rica, proprietária do Plantar Tower e da Planta Engenharia.

Clique e veja:

Você pode gostar...