Suspeitos de assassinar motorista de ônibus são conduzidos para a SHPP.

ESTES SÃO OS SUSPEITOS DE MATAR O MOTORISTA DE ÔNIBUS.

SÃO LUÍS/MA – Os suspeitos de assassinar o motorista de ônibus Alex de Paulo Oliveira, de 36 anos, foram conduzidos, ainda na manhã desta sexta-feira (15). O motorista foi morto com um tiro na cabeça, por volta de 5h30, em uma parada, no aterro do Bacanga, em frente ao Ceprama, no Anel Viário.

Segundo informações do delegado Lúcio Reis, Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), os suspeitos mataram o motorista, após tentarem roubar a mochila da vítima, enquanto esperava uma carona para ir ao serviço. Durante a ação, o motorista ainda travou uma luta corporal com os criminosos, mas acabou sendo baleado na cabeça por um deles. Após o crime, os dois suspeitos teriam fugido e se escondido em uma área de mangue próxima à barragem do Bacanga.

Imagens de câmera de monitoramento que ficam próximas ao local do crime estão sendo usadas para elucidar o crime. O superintendente também informou que os PMs que primeiro chegaram a ocorrência serão ouvidos para ajudarem nas investigações.

Ainda segundo a polícia, quatro pessoas, entre elas um adolescente, suspeitas de envolvimento no assassinato do motorista foram localizadas na região bairro Sá Viana, na área Itaqui-Bacanga e conduzidas para averiguação na sede da SHPP.

Em áudio que circula em grupos de whatsapp, uma cobradora, que também estava na parada no momento da ação criminosa, relata que os dois bandidos chegaram anunciando o assalto, e pediram a bolsa do motorista. “Ele fez um movimento em direção ao bolso e o bandido pensou que ele fosse sacar alguma arma. De imediato, ele fez o disparo na cabeça dele”, diz a suposta cobradora.

Os pais de um dos suspeitos foram ouvidos. Eles disseram que Edson Martins Santos saiu de casa, na noite de quinta-feira (14), em companhia de um amigo, e só retornou na manhã de hoje. Pouco tempo depois, Edson pegou uma bicicleta e voltou a sair porque, segundo ele, tinha polícia na área. A polícia tenta identificar os envolvidos no crime ainda nesta tarde.

Após o crime, os dois suspeitos teriam fugido e se escondido em uma área de mangue próxima à barragem do Bacanga.

Você pode gostar...