Vereador Roberto Rocha Jr. agradece solidariedade após assalto.

Residência da família Rocha, no Calhau, assaltada por cinco bandidos armados na tarde de sábado.

Residência da família Rocha, no Calhau, assaltada por cinco bandidos armados na tarde de sábado.

SÃO LUÍS – Em postagem em sua página no Facebook, o vereador Roberto Rocha Jr. (PSB) agradeceu as manifestações de preocupação, carinho e solidariedade a ele e à sua família após o assalto à sua residência, no Calhau, ocorrido na tarde deste sábado. Rocha Jr. relembrou os momentos de pânico que ele e parentes passaram sob a mira de cinco assaltantes. Agradeceu por seus pais e filhos não estarem em casa na hora do crime e destacou o apoio da Secretaria de Segurança Pública (SS), que mobilizou o Grupo Tático Aéreo (GTA), cavalaria, viaturas e motos na busca aos assaltantes, ação que resultou na captura de dois bandidos e na recuperação de bens materiais roubados.

Dizendo-se ainda abalado psicologicamente, o vereador postou a seguinte mensagem na rede social:

Gostaria de agradecer a todas as manifestações de preocupação, carinho e solidariedade dispensadas a mim e a minha família pelo ocorrido ontem em nossa residência. Como alguns de vocês já devem saber, a nossa casa foi tomada de assalto na tarde de ontem (23), por cinco criminosos armados que aproveitaram a abertura do portão por um de nossos funcionários, para invadir o local.

Eu e alguns parentes fomos mantidos sob a mira de armas durante toda a ação dos bandidos que, na oportunidade, levaram alguns bens materiais. Alguns deles já recuperados graças a eficiente ação da Polícia Civil e Polícia Militar que agiram rápido e se mobilizaram por meio do GTA, cavalaria, viaturas e motos, na busca dos assaltantes. A captura, minutos depois, de dois dos cincos suspeitos, foi resultado da presteza desses policiais. A eles, os meus sinceros agradecimentos.

Apesar de ter sofrido agressões físicas e do susto —que ainda persiste — eu estou bem. E por estarmos todos bem, o meu sentimento agora é de GRATIDÃO. Agradeço a Deus por Ele ter nos ajudado a passar por essa terrível experiência, ilesos. Agradeço a Deus por meus filhos não estarem em casa naquele momento, pois estão passando as férias com a avó, em outro estado. Agradeço por meus pais também não estarem em casa. Agradeço, sobretudo, por estarmos todos vivos e ninguém ter se machucado. O único dano que houve foi o psicológico, e este, ainda persistirá por algum tempo.

A todos que se preocuparam, ligaram, mandaram mensagens, o meu MUITO OBRIGADO! Que Deus continue sempre nos abençoando, nos protegendo e nos livrando de todo o mal.

 

Você pode gostar...