VEREADORES DE ROSÁRIO SE UNEM PARA EVITAR DESAPROPRIAÇÃO DE FAMÍLIAS.

VEREADORES DE ROSÁRIO.

VEREADORES DE ROSÁRIO.

ROSÁRIO – Os vereadores da cidade de Rosário se uniram para tentar evitar uma injustiça contra cerca de 600 pessoas que residem no bairro Vila São José, zona rural do município, que está ameaçado de serem despejados no próximo dia 15. A área, que tem 800 lotes, está sub júdice na justiça comum por conta de um pedido de desapropriação e reintegração de posse, solicitado pela ex-vereadora de Rosário, Graça Botentuit, suposta dona das terras.

O processo foi julgado pelo juiz de direito da comarca de Rosário, onde marcou a ação de desapropriação pacífica para a próxima quarta-feira (15), às 6 horas da manhã, com a participação da polícia militar, a fim de garantir a tranquilidade na ação.

Diante do clamor da população ameaçada, os vereadores aprovaram um requerimento na sessão desta segunda-feira (13), solicitando ao Ministério Público a intervir com um pedido de reconsideração ao juiz que julgou a ação favorável à autora da ação. O objetivo do requerimento é ganhar tempo e que seja temporariamente suspenso o cumprimento da medida liminar de reintegração de posse.

Há várias sessões a população comparece na câmara para tentar apoios dos parlamentares no processo, e que, definitivamente, consigam viver dignamente como garantido na constituição federal. O requerimento é de autoria do poder legislativo e foi aprovado por unanimidade.

Na manhã desta terça-feira (14) os parlamentares foram acompanhar os moradores da Vila São José em conversa com a prefeita Irlahi Linhares (PMDB) e o Juiz da comarca de Rosário.

 

Você pode gostar...