A CIDADE DE SITIO NOVO ESTA ABALADA COM A MORTE DA IDOSA COM VÁRIOS GOLPES NA CABEÇA DENTRO DE SUA CASA.

A costureira Ana Maria da Mota Barros, de 84 anos.

A costureira Ana Maria da Mota Barros, de 84 anos.

SÍTIO NOVO – A população da cidade de Sítio Novo no Maranhão, esta traumatizada e em pânico, com um crime brutal que aconteceu na noite desta segunda-feira (29), que assustou e deixou revoltada toda população do município. Que tem sua população estimada em 2004. De 15.871 habitantes, que fica localizada na região central do Estado. Onde a costureira Ana Maria da Mota Barros, de 84 anos, foi assassinada dentro de sua residência, sendo espancada com vários golpes na cabeça.

A idosa, que ainda tinha uma vida bastante ativa, costumava fechar seu ateliê sempre no início da noite, quando a polícia acredita que tenha acontecido o assassinato. Os suspeitos não foram identificados. Entre as principais linhas de investigação, está a de que a idosa tenha reconhecido o autor do espancamento antes de ser morta.
De acordo com a Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI), esse é o quinto caso de violência contra a mulher em menos de uma semana no interior do Maranhão. O corpo da costureira foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Imperatriz (MA) – no oeste do Estado –, a 140 km de Sítio Novo, e deve ser liberado nas próximas horas para sepultamento.

 

Você pode gostar...