A CULTURA MARANHENSE ESTA DE LUTO COM DUAS PERDAS EM SEU CENÁRIO ARTISTICO E CULTURAL.

Dona Edeltrudes

 DONA EDELTRUDES DO TAMBOR DE CRIOULA

 

MESTRE CANUTO DO BOI DA VILA PASSO

MESTRE CANUTO DO BOI DA VILA PASSO

 
Na manhã desta terça-feira (06) morreu a centenária Eltrudes Dias da Silva. Ela era a responsável pelo Tambor de Crioula Turma dos Crioulos, do bairro da Alemanha, em São Luís.

Conhecida apenas como Dona Eltrudes, nasceu em 1912, falecendo aos 101 anos. A coreira era a personalidade mais antiga do Tambor de Crioula em São Luís. Ela foi personagem do documentário “Afinado a fogo: Tambor de Crioula revisitado”, do cineasta Murilo Santos, no ano de 2009.

Também morreu no Socorrão I o Mestre Canuto Santos, líder do Boi da Vila Passos (Boi de Canuto), sotaque de zabumba. 

O mestre se manteve na liderança do tambor por 40 anos, além do Tambor de Crioula Milagre de São Bendito – o “Tambor de Dona Elza”. O velório foi realizado na casa onde ele morou, na Vila Passos, em São Luís. O enterro aconteceu na tarde de ontem (6), no cemitério Parque da Saudade.

 

Você pode gostar...