APÓS AUMENTO DE VERBAS, DEPUTADOS REAGEM ÀIMPRENSA.

PLENÁRIO DA ASSEBLEIA

PLENÁRIO DA ASSEMBLEIA

 

 
A revelação feita por este blog de que a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa publicou ontem (16) resolução administrativa para aumentar os valores da “Ajuda de Moradia”, da “Verba Indenizatória de Exercício Parlamentar” e da “Verba Indenizatória de Ajuda de Gabinete” (leia aqui) provocou reações de deputados contra a imprensa.

O primeiro deles foi Stênio Rezende (PMDB). Ao ser abordado por uma equipe da TV Mirante que foi à Casa apurar o caso, ele não quis falar e ainda colocou a mão sobre a lente da câmera.

Já o deputado Manoel Ribeiro (PTB) – que disse achar justo o pagamento de auxílio-moradia porque ele possui 18 imóveis – afirmou que a AL virou “caixão de pancada” da Globo e criticou os jornalistas por não denunciar, por exemplo, auxílio igual instituído no TCE – sobre isso, meus leitores podem falar por mim.

“Acho justo porque todos os Poderes têm. O Tribunal de Justiça tem, o Judiciário tem, por que eles não falam do Judiciário? O Tribunal de Contas tem. E a Assembleia Legislativa é o caixão de pancadas da Globo agora, meus senhores?”, questionou.

E ainda mandou um recado desaforado aos jornalistas. “Aqui fica o recado para aqueles que têm raiva do Poder Legislativo. Um aviso: na ditadura, vocês não estariam aqui”.

Nem Vossa Excelência, deputado Manoel Ribeiro. Já que sua presença em plenário se deu por eleição direta e democrática, algo impensável numa ditadura.

Você pode gostar...