Assassino de Décio Sá esfaqueia e mata companheiro de cela em Pedrinhas.

Assassino Johnathan de Sousa Silva, é acusado de ter matado mais um neste domingo (7).

MARANHÃO – O assassino confesso de Décio Sá, Johnathan de Sousa Silva, condenado a 25 anos de prisão pelo assassinato do jornalista, é acusado de ter matado mais um neste domingo (7).

Segundo as primeiras informações, morreu no Hospital Municipal Dr. Clementino Moura, o Socorrão II, Alan Kardec Dias Mota, após ser esfaqueado numa briga, durante o banho de sol, na Unidade Prisional de Ressocialização de São Luís 4 (UPSL 4).

Jhonatan teria usado um chuço para cometer o crime.

No início da tarde, a Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap) emitiu nota confirmando apenas a briga e o esfaqueamento. Nas últimas horas, contudo, chegaram informes de que Alan Kardec morrera no hospital. Johnathan de Sousa Silva prestou depoimento no Plantão Central da Vila Embratel. A Polícia Civil abriu inquérito para apurar o caso.

Você pode gostar...