BAIXARIA: DEPUTADOS EM VEZ DE ESTA DISCUTINDO PROJETOS PARA MELHORIA DO ESTADO, LEVAM PROBLEMAS PESSOAIS PARA TRIBUNA.

DEPUTADO TOCA SERRA E O DEPUTADO FERNANDO FURTADO.

DEPUTADO TOCA SERRA E O DEPUTADO FERNANDO FURTADO.

MARANHÃO –É uma vergonha o comportamento de dois deputados eleitos pelo povo para discuti problemas do estados e alavancar projetos, onde os mesmos levam problemas pessoais para uma tribuna onde o foco é elaborar e discuti grandes avanços para o estado e os mesmo partem para baixaria, será se foram eleitos para discuti tal discurso que denota grosseria, ou voto jogado fora.

Ao que tudo indica a briga entre os deputados Fernando Furtado (PCdoB) e Toca Serra (PTC) não acabará tão cedo. Na manhã de hoje, Furtado utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa para chamar o adversário político de “bandido” e acusar o irmão de Toca Serra, José de Arimatéia Souza Serra, o Zé Canela, de ter estuprado uma menina de apenas 12 anos de idade. O comunista apresentou denúncia formulada contra o irmão do deputado pelo Conselho Tutelar de Pinheiro e justificou o fato de ter levado o caso ao legislativo, em decorrência de Toca Serra ter citado, na sessão de ontem, o nome de sua esposa.

“Zé Canela, que é irmão do deputado Domingos Erinaldo [Toca Serra] estuprou a própria afilhada. Estuprou a afilhada de 13 anos de idade, filha do senhor José Mendola, na cidade de Pedro do Rosário. E era isso que ele devia dizer aqui. Se ele quer briga eu vou mostrar para ele como é que se briga”, disse. O pronunciamento de Fernando Furtado provocou mal estar no Parlamento. Apesar disse, ele afirmou ter a convicção de que agiu de maneira correta.

“Daqui para frente ele vai ter que me respeitar. Apesar de alguns colegas desta Casa me pedirem para não fazer isso, eu tive que trazer um problema para a sociedade conhecer quem é que está com historinha de eu te amo, eu te adoro. Eu quero que me ame a minha família, Deus e depois o povo que me colocou aqui e não vou me unir nem me juntar com bandido”, finalizou. Toca Serra, que já não estava no plenário, ainda não se manifestou. Apesar disso, a informação é que ele irá contrapor o discurso do adversário na sessão da próxima segunda-feira.

 

Você pode gostar...